Geral

Júri em Criciúma condena homem a 17 anos de prisão por feminicídio

Segundo a denúncia, o crime aconteceu em novembro de 2019, no bairro Vila Visconde, em Criciúma

Divulgação

Um homem de 44 anos foi condenado, em sessão do Tribunal do Júri da comarca de Criciúma promovida na última quinta-feira (24/2), a pena de 17 anos de reclusão por homicídio quadruplamente qualificado da ex-companheira. A sessão foi presidida pelo juiz substi​tuto Guilherme Costa Cesconetto.

Segundo a denúncia, o crime aconteceu em novembro de 2019, no bairro Vila Visconde, em Criciúma, quando o réu matou a mulher asfixiada. Ele teria ido até a residência da vítima e após uma discussão, a encurralou em um banheiro, a jogou no chão e a esganou, causando sua morte. Além disso, após o crime ele teria furtado o celular da vítima

O Conselho de Sentença reconheceu que o homicídio foi praticado por motivo fútil, por asfixia, com recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio, além do crime de furto. Ele foi condenado a pena de 17 anos de reclusão, em regime inicial fechado, e teve negado o direito de responder em liberdade. Cabe recurso da decisão ao TJSC. O processo tramitou em segredo de justiça.​

Notícias Relacionadas

Professores do Unibave passam por formação continuada com foco no planejamento e reflexão

O reitor do Unibave, Guilherme Valente de Souza, agradeceu os presentes

Estado destina mais de R$ 107 milhões em políticas públicas para agricultura no primeiro semestre do ano

O semestre também foi marcado pelo lançamento do Programa Leite Bom SC

Veículo carregado com garrafas de vinho argentino é apreendido em SC

Entre as garrafas apreendidas, havia um rótulo que chega a custar quase R$ 1 mil cada

Preço da gasolina volta a subir e se aproxima dos R$ 6

Apesar do aumento, este não é o maior preço registrado no ano. O pico aconteceu entre 12 e 18 de maio, quando o litro chegou a R$ 6,03