Norte

Laboratório que produzia 4 mil comprimidos de ecstasy por hora em SC é fechado pela polícia do DF

Fabricação era feita em sítio em Joinville. Agentes apreenderam máquinas, comprimidos e carros de alto de padrão; 1 homem foi preso.

Polícia Civil do DF fecha laboratório de drogas sintéticas que abastecia o Brasil — Foto: Reprodução/TV Globo

A Polícia Civil do Distrito Federal fechou, em Santa Catarina, um laboratório que produzia drogas sintéticas em larga escala. Segundo investigações da Coordenação de Repressão às Drogas (Cord), os entorpecentes eram enviados para todos os estados do país, além de abastecerem o DF.

A produção era feita em um sítio na área rural de Joinville (SC). No local, os agentes encontraram máquinas que tinham a capacidade de fabricar 4 mil comprimidos de ecstasy por hora.

Além dos equipamentos, foram apreendidos 1 mil comprimidos prontos para serem entregues, material suficiente para produzir outras 50 mil unidades de ecstasy, R$ 5 mil em dinheiro e dois carros de alto padrão, avaliados em quase R$ 200 mil.

A operação, batizada de Merry Christmas, ainda foi responsável pela prisão de um homem de 29 anos. A identidade do suposto traficante não foi revelada pelos policiais para não atrapalhar as investigações.

Segundo os investigadores, a droga saía do laboratório e era encaminhada aos traficantes da região, responsáveis pela distribuição nos estados. A venda dos comprimidos era feita por meio de aplicativos e em grupos criados nas redes sociais.

Os interessados, então, faziam um depósito bancário e a substância era enviada pelos Correios. Em seguida, a droga era revendida em festas.

Com informações do site G1/SC

Notícias Relacionadas

VÍDEO: Sede do Cisam-Sul e laboratório de controle da qualidade da água são inaugurados em Orleans

Atividades integram 20 municípios da região. Trata-se de um centro de referência no controle em água e esgoto, que contribuirá para a saúde e qualidade de vida da população.

PROCON e CELESC fiscalizam residências após denúncias

Projeto de lei institui o Marco Legal da Nanotecnologia

A proposta do senador catarinense busca conferir mais segurança jurídica à pesquisa e aos investimentos na produção de novos materiais através da nanotecnologia.

Lideranças se reúnem para tentar reativar o Terminal Pesqueiro de Laguna

Pescadores estão tendo prejuízos porque têm que descarregar o pescado em Itajaí ou no Rio Grande do Sul.