Geral

Maio foi o mais chuvoso dos últimos 25 anos em SC, segundo a Epagri/Ciram

O Litoral Sul catarinense foi a região mais afetada com as fortes chuvas. Várias cidades registraram alagamentos e contabilizaram prejuízos

Alagamento registrado no Bairro Oficinas, em Tubarão (Divulgação)

Segundo o Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia – Epagri/Ciram de SC, o mês de maio no estado foi o mais chuvoso dos últimos 25 anos. Várias cidades foram afetadas e contabilizaram prejuízos devido às fortes chuvas.

A região menos chuvosa foi a do Vale do Itajaí, mesmo assim com valores foram em torno de 170 a 200 mm, bem acima da média da região (100 mm). No Planalto Norte, as médias ficaram por volta de 240 a 280 mm, também bem acima da média (120 mm).

No Litoral Norte de SC, a média foi similar ao Planalto Norte, porém alguns valores superam facilmente os 300 mm, a média da região é de 100 mm. Os destaques foram Joinville com 328,2 mm e Garuva com 357,4 mm. Muito acima do normal.

No Planalto Sul catarinense, as médias de chuva variaram entre 230 a 280 mm, com seu maior valor registrado em Bom Jardim da Serra com 344 mm. A média da região é de 100 a 120 mm.

Na região da Grande Florianópolis não foi muito diferente, maio chuvoso com valores médios de 190 a 210 mm. Os picos mensais de chuva foram 228 mm na Capital e 236,7 mm em Rancho Queimado.

O Meio-Oeste do estado foi uma das regiões mais chuvosa de maio com média mensal de 260 a 290 mm. Os maiores acumulados foram: 316 em Joaçaba, 325 mm em Campo Belo do Sul, 325 mm em Zortéa, 331,8 em Tangará, 353 mm em Abdon Batista e 402,6 mm em Campos Novos. A média mensal deste município é em torno de 140 mm.

O Oeste de Santa Catarina foi muito chuvoso neste mês, com totais de chuva de 280 a 300 mm, bem acima dos valores médios mensais esperados para maio. Os municípios com maiores acumulados de chuva foram: Chapecó com 299,2 mm, Maravilha 300 mm, Águas Frias com 313,6 mm, Seara com 314,8 mm, Xanxerê; 337,8 mm e Dionísio Cerqueira com 410,4 mm, muito acima dos 160 mm da média mensal daquela região.

O Litoral Sul catarinense foi a região mais afetadas com as fortes chuvas de maio. A somatória média superou os 300 mm, e, a média mensal é de 80 mm apenas, quase quatro vezes mais em relação a normalidade. Araranguá 413 mm, Imbituba registrou 414 mm, Tubarão 423 mm, Laguna 498 mm e 507 mm em Timbé do Sul.

Com informações de Epagri/Ciram

Notícias Relacionadas

Massa de ar frio avança e mínima pode ficar abaixo de 5°C durante a noite desta quarta-feira em SC

O dia começa com tempo instável, mas a chuva fica mais reservada durante a manhã e início da tarde.

Governo Municipal divulga calendário para cadastramento relativo ao saque do FGTS dos atingidos pelas chuvas de maio

O atendimento será realizado a partir da próxima terça-feira (22), seguindo até sábado (26), no Centro de Múltiplo Uso, na rua Humberto Salvan, no bairro Esperança.

Após mais de 2 meses desaparecida, adolescente de 13 anos é resgatada de acampamento em mata de SC

Polícia Civil investiga suspeita de cárcere privado. Vizinho de 51 anos é procurado.

Serra registra mínima de -8°C e pelo menos 17 cidades de SC têm temperaturas negativas; FOTOS

Menor temperatura foi registrada em Urupema. Pelo menos outras 16 cidades do estado haviam registrado temperaturas negativas, segundo a Defesa Civil, neste domingo (4).