Geral

Mais dois ciclones extratropicais estão previstos entre maio e junho no Sul do Brasil

Rajadas de vento chegaram a 105km/h na serra catarinense e em Tubarão e região os acumulados de chuva passaram dos 200 mm em 24 horas.

Divulgação

Um ciclone extratropical que se formou no Sul do Brasil entre os dias 23 e 24 de maio avançou para a costa de São Paulo e se afasta de vez em alto-mar neste domingo. Não há mais expectativa de vento forte no decorrer do dia e a segunda-feira será com pouco vento no Sudeste brasileiro.

Este ciclone provocou ventania em áreas do Sul do Brasil na sexta-feira, 24 e no sábado, 25 de maio. Em Urubici, na parte mais elevada da serra de Santa Catarina, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou diversas rajadas entre 90 km/h e 105 km/h na madrugada do sábado.

No Rio de Janeiro, o INMET registrou fortes rajadas na tarde e em parte do sábado, 25 de maio, variando de 50 km/h a 62 km/h. Na cidade do Rio de Janeiro, a rajada mais intensa foi de 62 km/h, no forte de Copacabana. Em Arraial do Cabo, uma rajada chegou aos 58 km/h.

A passagem deste ciclone extratropical provocou muita chuva no sul de Santa Catarina, com acumulados de mais de 200 mm em apenas 24 horas nas cidades de Tubarão, Laguna, Sangão e região.

Novos ciclones

Mais dois ciclones extratropicais devem se formar no Sul do Brasil até o começo de junho. O primeiro se forma entre os dias 30 e 31 de maio e o segundo deve passar sobre o Sul entre 2 e 4 de junho.

Com informações do jornal Notisul 

Notícias Relacionadas

Temperaturas voltam a subir nesta segunda-feira e SC tem previsão de chuva rápida

A partir da tarde, irá ocorrer a passagem de uma frente fria no Sul e no Litoral.

Domingo de sol e temperaturas de até 38°C

Previsão indica que, o pico dessa onda de calor deverá ocorrer os dias 2 e 3 de janeiro, com a máxima na casa dos 40ºC.

Semana inicia com tempo nublado, mas calor retorna na quinta

Ainda conforme a Climaterra, a tendência é que o final de semana do Dia das Mães seja frio, com a chegada de uma frente fria no sábado (12).

Abaixo de zero: o outono vai dando adeus