Saúde

Média de vacinados com duas doses em SC é menor do que a nacional

SC aparece em 14º no ranking de estados com melhores percentuais de imunizações

Divulgação

Santa Catarina tem 10,79% da população imunizada contra o coronavírus, percentual inferior do que a média nacional, que tem 11,52%. O estado catarinense, que já esteve no mês de abril em 4º lugar no ranking em número de pessoas que receberam as duas doses da vacina, caiu 10 posições e figura em 14ª na lista nesta quarta-feira (23).

Desde o início da vacinação em SC, as duas doses necessárias para proteção efetiva contra a doença foram aplicadas em 782.418 pessoas. A primeira aplicação, por outro lado, chegou a 2.427.381 cidadãos, segundo dados do governo catarinense desta quarta.

Se analisados os números nacionais, em todo o Brasil podem se considerar protegidas contra os sintomas mais graves provocados pelo coronavírus 24,4 milhões de pessoas. Outros 64,4 milhões de brasileiros (30,42%) iniciaram a imunização e aguardam pela segunda dose.

Os estados com melhores índices na imunização completa são Rio Grande do Sul, em primeiro, seguido de Mato Grosso do Sul, São Paulo, Amazonas, Minas Gerais, Paraíba, Espírito Santo e Ceará. Todos eles apresentam percentual de pessoas com as duas doses aplicadas maior do que a média nacional.

Fonte: NSCTotal

Segunda dose a passos lentos em SC

Em 23 dias de junho, SC aplicou 747.816 vacinas referentes à primeira dose e 48.786 referentes à segunda. Um mês antes, em maio, 617.909 pessoas foram contempladas com a primeira vacina e 146.882 com a segunda.

Significa que o Estado avançou em relação à primeira aplicação do imunizante, mas desacelerou o ritmo da imunização completa, aplicando um terço de doses “2” se comparado ao mês passado.

Uma das razões que podem explicar a lentidão em relação à segunda dose, se comparado a abril, é que dois meses atrás o imunizante que chegava em maior número a população catarinense era a Coronavac, que tem tempo menor de espera entre as duas aplicações, se comparada a AstraZeneca. A vacina de Oxford exige intervalo de 3 meses entre as duas doses e, neste mês de junho, 52,2% das vacinas recebidas do Ministério da Saúde são a de Oxford.

Fonte: NSC Total

​No ar desde 20 de janeiro, o Monitor da Vacina, do NSC Total, reúne detalhes em mapas e gráficos sobre o avanço da imunização em Santa Catarina e no mundo.

A página reúne estimativas sobre o avanço da campanha em cada município, cruzamento de dados que mostram a taxa de aplicação das vacinas recebidas em cada região e detalhes sobre a população de cada grupo prioritário atendida pela campanha.

O Monitor da Vacina é atualizado três vezes por semana ou conforme novos dados são divulgados pelo Ministério da Saúde e Diretoria de Vigilância Epidemiológica de SC. A página pode ser acessada neste link.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

PF prende em Araranguá falsificador de cédulas foragido há 5 anos

O homem de 54 anos foi preso quando viajava de carro para o Rio Grande do Sul; polícia apreendeu R$ 23 mil que estavam no veículo.

Previdência: os capítulos finais da reforma em Santa Catarina

Comissões Técnicas recebem nesta terça-feira (3) votos vista dos deputados que desejam mudanças no relatório preliminar.

SC amanhece com temperatura abaixo de -4ºC e geada

Temperatura mais baixa no amanhecer foi de -4,24ºC em Urupema.

Homem é assassinado a tiros dentro de casa em Araranguá

Trio foi abordado em um carro e um homem confessou o assassinato; duas armas foram apreendidas.