Esporte

Morador de Orleans, bicampeão mundial de Futsal Vini Capita lança livro

Em “Capitão de sua própria história”, o craque compartilha, além de sua trajetória, seus principais aprendizados.

Foto: Divulgação

Por trás de todo grande feito, há muito trabalho, disciplina e perseverança. Quando se trata de ser o capitão da Seleção Brasileira, todas essas características vêm acompanhadas de muita cobrança. Os bastidores da vida de um ídolo ou de um atleta de alto rendimento não é repleta de glamour como se parece, mas os objetivos conquistados resultam em imensa satisfação.

Em Orleans, vive Vinicius Elias Teixeira, o Vini Capita, bicampeão mundial, que realizou o sonho que é de muitos meninos brasileiros. No livro “Capitão de sua própria história”, lançado em março deste ano, ele contou um pouco de como isso foi possível. É possível adquiri-lo neste link. O esporte se tornou profissão aos 16 anos. Três anos mais tarde, ocorreu a primeira convocação para a Seleção Brasileira de Futsal, quando jogava pelo Clube Atlético Mineiro de Belo Horizonte.

Com sua primeira obra publicada, ao longo de 128 páginas, ele compartilhou, além de sua história, seus principais aprendizados. O craque atuou nas três principais Ligas de Futsal do Mundo (Brasil, Espanha e Rússia), sendo campeão em todas elas. Também constam em seu “currículo”, seis cirurgias nos joelhos. Mesmo assim, o atleta conseguiu estar entre os melhores jogadores de Futsal do Mundo.

“A mensagem que eu quis passar aos leitores é sobre o quanto o esporte ensina para a vida, do quanto ele é educativo, como é uma ferramenta de educação e formação de pessoas e que as lições do esporte podem ser aplicadas no dia a dia das pessoas, principalmente dos atletas. Eu sofri algumas lesões e quis dar uma ênfase nisso para mostrar aos jovens que sofrem com lesões e com os obstáculos que surgem por conta delas que isso não os impede de alcançar os objetivos que têm em mente”, contou.

Vini Capita

Vinicius ergue o troféu de campeão do mundo — Foto: Foto-net

O seu último jogo pela Seleção foi na final da Copa do Mundo FIFA de 2012, na Tailândia, quando o Brasil se sagrou campeão. Esse foi o segundo título Mundial conquistado por Vinicius representando o Brasil. O primeiro foi a Copa do Mundo de Futsal FIFA, no Rio de Janeiro, em 2008. Foram mais de 200 jogos pela Seleção Brasileira, entre 1997 e 2012. O atleta atuou também por 11 anos na Europa, sendo 10 anos na Espanha e uma temporada na Rússia.

“A ideia do livro surgiu lá atrás. Sempre me interessei por leitura e gosto muito de escrever. Resolvi transformar as vivências, as histórias, os aprendizados em algo que possa ser útil principalmente aos meus filhos, mas também aos demais familiares. Meus pais gostam muito e eu quis aproveitar que eles estão em vida. Além disso, eu quis fazer algo voltado aos fãs do esporte, já que o futsal não tem muita produção de conteúdo. Pouca gente escreve a respeito. Então estes foram os motivos que me levaram a escrever o livro”, contou.

A mensagem aos que compartilham do mesmo objetivo

O livro foi lançado pela Editora Secco, de Porto Alegre, e tem selo da AMAX Futsal, projeto do técnico da Seleção Brasileira de Futsal, Marquinhos Xavier, que se dedica a promover a produção de livros sobre o esporte, visando capacitar e inspirar os atletas. Outro ensinamento compartilhado por Vini Capita é que a construção do jogo se faz através da mentalidade.

“É claro que não é para qualquer um. Se fosse fácil, todos conseguiriam ser atletas. É por isso que, muitas vezes, existe uma veneração de atletas e artistas, pois é difícil ter um talento para estas áreas. É preciso ter muito conhecimento das tuas capacidades, autoconhecimento de como reage, de como funciona e do que pode produzir. A partir desta identificação, buscar se corrigir todos os dias, explorar o que você tem de bom e esconder o que tem de ruim, além de ter constância ao longo dos anos para que você consiga alcançar os objetivos depois de muito tempo de dedicação, de muita resiliência e de muito aguentar sofrimento. O esporte exige isso devido às lesões e distância, pois a gente vive pra lá e pra cá. Acredito que estes sejam os pontos principais para quem deseja ser atleta profissional”.

Vini Capita

Foto: Divulgação

Clube do Futsal

Além da exitosa carreira no futsal, Vini Capita é também bacharel em Direito formado pela UNISUL e tem formação como palestrante na Academia do Palestrante. Há pouco mais de um ano, ele lançou o Clube do Futsal, que conta, atualmente, com 205 membros. Trata-se de uma plataforma de conteúdo digital sobre táticas de jogo e tudo relacionado ao futsal.

“Alguns profissionais e especialistas são convidados a palestrar. Em partes das reuniões eu falo, em outras são os convidados. A finalidade é promover conteúdo de qualidade para aqueles que não têm acesso. Muitas vezes, o conhecimento fica concentrado nas mãos daqueles profissionais de um grupo reduzido, que é o de alto rendimento. Então eu resolvi fazer algo para aqueles que não têm essa oportunidade. O público-alvo são técnicos, treinadores, atletas e todos os que atuam no futsal. Temos também torcedores que gostam de conhecer mais sobre questões do jogo”, detalhou.

Além disso, Vini Capita compartilha seu conhecimento por meio de palestras, consultorias, cursos, clínicas e eventos esportivos.

Conquistas

SELEÇÃO BRASILEIRA

  • Bi Campeão da Copa do Mundo FIFA (2008/2012)
  • Campeão Sul-americano (2002/2006/2010)
  • Campeão Pan Americano (2007)
  • Campeão Da Copa América (1997/2008/2011)
  • Campeão do Gran Prix (2005/2009/2011)

TÍTULOS NOS CLUBES:

  • Liga Nacional Brasileira (1997/2001/2002/2012/2013)
  • Liga Nacional Espanha (2005/2006- 2006/2007- 2008/2009 – 2009/2010)
  • Copa da Espanha (2006-2007/2008-2009)
  • Supercopa da Espanha (2006/2010)
  • Taça Brasil de Clubes (2001)
  • Sul-americano de clubes (2013)
  • Superliga (2013)

Notícias Relacionadas

I Feira do Livro é oficialmente aberta em Orleans

Lauro Müller define equipes para fase microrregional do Jesc

Consultor Eduardo Pizzetti lança livro para aumentar as vendas de empresas e pequenos negócios

Professor da rede municipal de Içara lança livro na Bienal do Rio de Janeiro

Henrique Ferresi lançou “A Diferença que Ilumina” no início desta semana