Segurança

‘Muito sangue’: mulher vai chamar a amiga para almoçar e a encontra morta na cozinha em Criciúma

Ocorrência foi registrada em Criciúma no domingo (2); Polícia Científica confirmou indício de esfaqueamento na vítima

Foto: Reprodução/Google Street View/ND

Uma mulher, de 25 anos, foi encontrada morta na rua Itaiópolis, no bairro Nossa Senhora da Salete, em Criciúma, no início da tarde de domingo (2). Segundo a PM (Polícia Militar), o corpo da vítima estava na cozinha de uma residência.

Quer receber as principais notícias da região? Clique aqui e entre no nosso grupo de WhatsApp e fique atualizado de forma rápida e confiável

Mulher estava caída na cozinha

Uma testemunha afirmou à guarnição que foi chamar a amiga para almoçar, mas quando bateu na porta da residência percebeu que ela estava encostada. Com isso, ela abriu e encontrou a mulher caída na cozinha “com muito sangue ao redor”.

Um vizinho, que mora em frente à residência da mulher, no mesmo terreno, informou que, na noite anterior, dois rapazes entraram na casa da vítima. No entanto, os homens não foram identificados.

Se mantenha informado em tempo real! Clique aqui e siga o Sul in Foco no Instagram. Informações e notícias sobre a região na palma da sua mão!

As Polícias Científica e Civil foram acionadas e estiveram no local da ocorrência. Os órgãos confirmaram que havia indícios de esfaqueamento no corpo. O caso segue em investigação

Com informações do ND+

Notícias Relacionadas

Governo sanciona Lei que autoriza farmácias e drogarias a receberem denúncias de violência doméstica contra a mulher

Ao receberem a denúncia, os atendentes devem comunicar imediatamente às autoridades competentes

Suspeito de incendiar casa e matar mulher e criança é preso em Tubarão

O crime ocorreu no dia 31 de dezembro de 2019 e foi solucionado pela Polícia Civil.

Marido morre em acidente de carro três dias após suspeita de matar mulher a tiros em SC

Colisão contra caminhão ocorreu nesta segunda na BR-116. Mulher foi encontrada morta na sexta, atingida por três disparos na cabeça.

Homem é condenado por extorquir e divulgar “nudes” de mulher com quem teve namoro

O réu foi condenado a 14 anos, dez meses e 22 dias de reclusão, em regime fechado, além do pagamento de 40 dias-multa.