Segurança

Mulher é abordada por motociclista e assaltada em sua própria residência, em Orleans

Ele a levou para os fundos do imóvel, desbloqueou o celular dela e fez diversas transferências via Pix.

Foto: Divulgação

Um assalto a mão armada foi registrado por volta das 13h30min desta segunda-feira, dia 17, em Orleans. A vítima estava na sua casa, localizada na Rua Pedro Cândido Netto, no bairro Otávio Dalazen, quando um homem pediu ajuda porque a motocicleta havia estragado.

Quando ela foi ajudar, ele anunciou um assalto e apontou a arma de fogo para ela, levando-a até os fundos do imóvel. Em seguida, ele desbloqueou o celular dela, entrou nos aplicativos bancários e começou a fazer várias transferências via Pix.

Quando finalizou, o criminoso quebrou o celular, jogou no terreno ao lado e disse para ela entrar na casa, ameaçando-a de morte antes de sair. Segundo a vítima, ele estava de capacete preto, vestia roupa de motoqueiro e calçava botas. Ela disse ainda que o assaltante tinha sotaque diferente, que pode ser do Rio Grande do Sul ou do Paraná. A motocicleta era vermelha e havia uma caixa preta acoplada.

A Polícia Militar foi acionada e um Boletim de Ocorrência foi registrado. Além disso, rondas foram realizadas. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Se mantenha informado em tempo real! Clique aqui e siga o Sul in Foco no Instagram. Informações e notícias sobre a região na palma da sua mão!

Notícias Relacionadas

Polícia Civil apresenta dados positivos na repressão de roubos em Criciúma com prisões realizadas e criminosos identificados

Comparado com 2018, os dados indicam redução de roubos com uso de arma de fogo, roubos em residência e roubos com mais de três autores, com estabilização da quantidade de roubos gerais.

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.

Autor de roubo e extorsão contra duas mulheres é condenado a 10 anos de reclusão em Criciúma

O crime ocorreu em agosto de 2019, quando as vítimas foram rendidas pelo autor.

Jovem morto a tiros dentro da própria casa, em Araranguá, é identificado

Trata-se de Samuel Pereira Alves, de 22 anos.