Giro Estadual

Mulher internada na UTI ganha reencontro surpresa com o cachorro de estimação em SC

Adriana May Rodrigues faz pedido: "quero que o pessoal se cuide, porque é a coisa mais triste que tem na vida"

Divulgação

Um momento de alívio no processo sofrido da internação por Covid-19: assim foi o encontro de Adriana May Rodrigues, de 49 anos, com o cachorro de estimação e com a sua filha e irmã, na tarde de quarta-feira (9), no Hospital São José, em Maravilha, no Oeste de Santa Catarina. 

Após dez longos dias internada na UTI Covid, Adriana contou à equipe da unidade de saúde que estava com muita saudade dos familiares e do cachorrinho “Tom”, seu companheiro há três anos. As profissionais da saúde, então, resolveram promover um encontro surpresa no hospital.

A filha, a irmã e o cachorro foram visitar Adriana. O encontro ocorreu no espaço Bem Estar, na área externa da unidade. Quando Tom avistou a dona, ele festa uma festa. Agitado, o cão não conseguiu parar de pular. O momento foi de descontração e alívio. Tom só parou para posar para a foto.

Adriana, muito emocionada com o encontro, pediu para as pessoas se cuidarem e alertou sobre a tristeza em pegar Covid-19:

— Para mim foi uma emoção muito grande encontrar minha irmã, minha filha e meu cachorrinho, que fica comigo em casa. Eu quero que o pessoal se cuide porque é a coisa mais triste que tem na vida.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Pesquisa aponta aumento de casos de covid em 1.217 cidades esta semana

O número corresponde a 33,9% das 3.591 prefeituras ouvidas

Governo de SC vai prorrogar estado de calamidade pública até 30 de setembro

Com a medida, o Estado fica desobrigado de cumprir algumas metas fiscais, o que facilita o combate ao vírus

Santa Catarina avança na certificação de propriedades livres de brucelose e tuberculose

A intenção da Secretaria da Agricultura é ampliar o número de certificações, para que esse seja mais um diferencial competitivo do agronegócio catarinense

Governo do Estado abre licitação para elaboração de estudo para criação de rodovia alternativa à BR-101 Norte

A empresa que for selecionada na licitação terá seis meses para executar um estudo identificando onde poderá passar essa nova rodovia