Geral

Novas ruas de Centro de Criciúma são vistoriadas pelo Programa Se Liga na Rede

A Vigilância Sanitária, que acompanha o trabalho, notificará os proprietários dos imóveis que apresentarem irregularidades.

Divulgação

As vistorias do Programa Criciúma Se Liga na Rede continuam esta semana na região Central. Entre as novas ruas que serão visitadas pelas equipes da Prefeitura Municipal, da CASAN e da empresa Tec Civil estão Vidal Ramos, Cel. Marcos Rovaris, Antônio de Lucca e João Cechinel.

O objetivo é verificar se as ligações das residências à rede de esgotos estão adequadas. Em campo, as equipes pedem permissão dos moradores para entrar no imóvel e colocar um corante no vaso sanitário e nas pias. Dessa forma é possível verificar se a residência está ligado à rede de esgotos. Se o corante chegar à rede de drenagem, que deve receber exclusivamente água da chuva, há inadequações.

A Vigilância Sanitária, que acompanha o trabalho, notificará os proprietários dos imóveis que apresentarem irregularidades. Haverá um prazo de 45 dias para adequação, e após esse período será realizada uma nova vistoria. Residências que não providenciarem a devida conexão ao Sistema Público de Esgotamento Sanitário serão multadas.

O Programa desenvolvido em uma parceria entre Prefeitura de Criciúma e a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento vai permitir a fiscalização de cinco mil residências no período de 12 meses. Para concretização dessa nova etapa, a CASAN repassou R$ 387.944,95 à Administração Municipal.

Ruas que receberão as vistorias de 12/08 a 16/08:

– Rua Vidal Ramos;
– Rua Cel. Marcos Rovaris;
– Rua Antônio de Lucca;
– Rua João Cechinel;
– Rua Felipe Schmidt;
– Rua D. Joaquim Domingos de Oliveira;
– Rua Major Acácio Moreira;
– Rua Itajaí;
– Rua Princesa Isabel;
– Rua 15 de novembro;
– Rua Domingos Daros;
– Rua Marechal Deodoro;
– Rua Martinho Acácio Gomes;
– Rua Cel. Pedro Benedet.

Colaboração: Comunicação Casan 

Notícias Relacionadas

Lei aprovada em Imbituba irá oficializar o programa que beneficia idosos

O Diretor Municipal de Esportes de Imbituba, Norton Evaldt, defendeu, nos últimos dias, na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Vereadores, o Projeto de Lei que torna oficial o programa “Comunidade Ativa”.

Governo vai criar programa de renda mínima após a pandemia, diz Guedes

Renda Brasil unificará vários programas sociais

Santa Catarina irá investir R$ 1,5 milhão em programa para incentivar armazenagem de água

Governo irá apoiar projetos de perfuração de poços, armazenagem e distribuição de água

Bolsonaro sanciona MP que criou programa de manutenção do emprego

Medida prevê suspensão de contratos e redução de jornada e salários