Saúde

Número de casos ativos de Covid-19 despenca em SC e índice é o menor em 17 meses

Dados mostram que o Estado vive um momento menos delicado da pandemia, e caminha para um processo de estabilização

Divulgação

O número total de casos ativos de Covid-19 em Santa Catarina é o menor desde 24 de junho do ano passado. Conforme dados do Painel do Coronavírus da NSC, são 4.380 pacientes em tratamento nesta segunda-feira (29). Os números mostram que o Estado vive um momento menos delicado da pandemia e caminha para um processo de estabilização, apontam especialistas.

Na segunda-feira passada (22), SC atingiu um número ainda menor de casos ativos (4.272). O que chama atenção é que nas últimas duas semanas, o índice se manteve no melhor patamar em 17 meses, o que ainda não havia acontecido, como expõem os gráficos.

Além disso, na semana passada, o Estado teve o menor número de mortes desde o início de junho.

Divulgação

Quatro meses sem pacientes à espera de UTI

Outro indicador que aponta melhora no cenário da pandemia, é que no início de dezembro Santa Catarina vai chegar à marca de quatro meses sem pacientes à espera de UTI.

O Estado vivia um momento delicado no início de 2021, com todas as regiões registrando fila por leitos. A Grande Florianópolis foi a que teve o maior número de pacientes à espera de uma vaga: 89 pessoas, em 18 de março deste ano.

O mais recente Mapa de Risco, divulgado pelo Governo do Estado, mostra 12 regiões como risco potencial para Covid-19 moderado e cinco regiões como risco potencial alto. Em junho deste ano, todas as áreas estavam em potencial gravíssimo.

Para o infectologista Amaury Mielle, a divulgação da Ômicron, nova variante que surgiu na África do Sul e potencialmente mais transmissível, gera dúvidas sobre os próximos meses.

No entanto, o especialista destaca que o avanço da vacinação e a perspectiva de em breve estarem disponíveis remédios comprovadamente eficazes contra a Covid-19, desenvolvidos pelas farmacêuticas Merck e Pfizer, traz otimismo para o combate à pandemia.

— O panorama daqui pra frente eu acredito que seja um processo de estabilização. Temos que ver como essa Ômicron vai se comportar. Ainda é muito cedo pra dizer. Eu não vejo um cenário grave de mais internações e mortes, mas certamente pode ocorrer aumento de casos. A gente tem também pro ano que vem a possibilidade de drogas antivirais, o que eu acredito que seja um fator que mude a forma de lidarmos com a pandemia — destaca o especialista.

Números da Covid em SC e no Brasil

Até esta segunda-feira (29), Santa Catarina tinha um total de 1.232.109 casos confirmados e 19.976 mortes por conta da Covid-19. No Brasil, são 614.314 óbitos desde o início da pandemia.

Conforme os dados do Monitor da Vacina da NSC, 4,913.717 catarinenses estão completamente imunizados com as duas doses ou dose única da vacina, o que corresponde a 67,75% da população. No país, 62,25% da população está totalmente imunizada.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Ex-prefeito de Criciúma é preso após perseguição policial

Márcio Burigo, posteriormente identificado, desobedeceu a ordem legal dos policiais e se evadiu por cerca de dois quilômetros

Filezão: diversos celulares são furtados durante o evento; organizador é notificado por conta da aglomeração

O evento reuniu milhares de pessoas.

Rayssa Leal e Lucas Rabelo são os campeões da etapa de Criciúma do STU National

Maranhense e cearense largam na frente no circuito brasileiro 2022, iniciando o ano como terminaram 2021: com título

Três mulheres ficam feridas em acidente no centro de Cocal do Sul

O acidente aconteceu na rua Edson Gaidzinski