Segurança

Operação prende mais um suspeito pelos roubos ocorridos em Tubarão

A terceira fase da Operação “Rapina” ainda cumpriu quatro mandados de busca e apreensão e apreendeu drogas

Divulgação

As Polícias Civil e Militar de Santa Catarina deflagraram, na manhã desta terça-feira (29), a terceira fase da Operação “Rapina” e deram cumprimento a quatro mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária. Durante as buscas em uma das casas também foram apreendidas mais de 50 pedras de crack, sendo um indivíduo preso em flagrante pela prática do crime de tráfico de drogas.

A Operação iniciou na semana passada e já cumpriu cerca de 15 mandados de busca e apreensão, realizou cinco prisões, apreendeu drogas e recuperou objetos roubados.

A Divisão de Investigação Criminal de Tubarão (DIC/PCSC), com o apoio da Polícia Militar, vem investigando roubos e furtos que ocorreram na cidade de Tubarão. Durante as investigações, identificou-se a existência de, pelo menos, duas associações criminosas (quadrilhas) especializadas na prática de roubos e furtos a estabelecimentos comerciais e a residências.

A DIC de Tubarão instaurou três inquéritos policiais destinados a apurar inúmeros roubos e furtos ocorridos na Cidade Azul. Dois fatos deram ensejo à operação desta terça, um roubo à residência ocorrido no dia 22 de fevereiro de 2022 e um furto qualificado ocorrido no dia 6 deste mês.

Após o encontro de provas, o Delegado de Polícia, que preside as investigações, representou pela prisão temporária de um dos suspeitos, pela expedição de mandados de busca e apreensão, além de outras medidas de interesse policial, pleitos que foram prontamente deferidos pelo juízo da 1º Vara Criminal desta Comarca.

Ainda nesta terça-feira (29), policiais civis e militares da DIC de Tubarão, DPCo de Capivari, DIC de Laguna e do Batalhão de Tubarão deflagraram operação e deram cumprimento aos mandados expedidos, sendo possível capturar o indivíduo que estava com mandado de prisão temporária em seu desfavor, o qual também restou preso em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, tendo em vista que em sua boca os policiais encontraram mais de 50 pedras de crack.

Após os procedimentos de polícia judiciária, o preso foi encaminhado ao Presídio Regional de Tubarão, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Com informações do HCNotícias

Notícias Relacionadas

Embarcação vira com quatro pescadores no Balneário Rincão

Ocorrência foi atendida pelo Serviço Aeromédico (Saer)

Covid-19: chega ao fim estado de emergência em saúde pública no Brasil

Segundo o governo, nenhuma política pública de saúde será interrompida

Homem de 57 anos é preso após tentar beijar menina de 11 anos à força, em Orleans

Fato ocorreu na Rua Aristiliano Ramos, na tarde deste sábado, dia 21.

Número de transplantes de rim caiu nos últimos dois anos

Sociedade Brasileira de Urologia lançou campanha para estimular doação