Clima

Passagem de ciclone deixa SC em alerta para chance de temporais, granizo e alagamentos

Segundo a Defesa Civil, chuva com ventos fortes deve atingir o Estado entre esta quinta e sexta-feira

Divulgação

A formação de um ciclone trará mudanças no tempo em Santa Catarina entre esta quinta (24) e sexta-feira (25). Segundo a Defesa Civil, há alerta para chances de temporais, com risco de alagamentos e enxurradas, em todas as regiões.

Conforme o órgão estadual, o motivo para a instabilidade é o deslocamento de um sistema frontal associado a um ciclone em formação no Uruguai. Isso favorece o surgimento de temporais com grande quantidade chuva, além da queda de granizo e fortes rajadas de vento.

A previsão, de acordo com a Defesa Civil, é de que o fenômeno atinja a região Oeste entre a madrugada e a manhã de quinta-feira e, depois, se desloque para o restante do Estado entre a tarde e a noite.

Já na sexta-feira, o ciclone perde força, porém, continua provocando temporais isolados, principalmente no Oeste catarinense, onde há alerta para o risco alto de alagamentos e enxurradas.

Também há risco alto para ocorrências nas regiões do Extremo-Oeste, Meio-Oeste, Planalto Sul, Litoral Sul e em parte do Planalto Norte, Alto Vale do Itajaí e Grande Florianópolis.

Ciclone também pode causar ventos de até 80 km/h

Outro alerta é para a ocorrência de fortes rajadas de vento em Santa Catarina nesta quinta-feira (24). Segundo a Defesa Civil, a passagem de um ciclone na altura do Uruguai em direção ao oceano, alinhado ao sistema de alta pressão, pode resultar em ventos entre 60 e 75 km/h em áreas próximas da divisa com o Rio Grande do Sul durante a manhã.

Mas, à tarde, os ventos podem se intensificar nessas áreas e no Litoral, principalmente no Sul e na Grande Florianópolis, resultando em ventos de até 80 km/h.

Dicas de como se proteger da chuva e dos ventos:

Tempestades com ventos fortes e raios


Busque um local abrigado, longe de árvores, placas, postes de energia e de outros objetos que possam ser arremessados
Em local abrigado, fique longe das janelas, desligue os aparelhos eletrônicos e lembre-se, o banheiro de alvenaria é um local muito seguro
Na praia, jamais fique na água

Alagamentos e inundações


Evite o contato com as águas e não dirija em locais alagados
Evite transitar em pontilhões e pontes submersas
Cuidado com crianças próximas a rios e ribeirões

Deslizamento de terra


Fique atento a inclinação de postes e árvores
Qualquer movimento de terra ou rochas próximo à sua residência
Aparecimento de rachaduras em muros ou paredes

Ventos fortes


Busque um local abrigado, longe de árvores, placas, postes de energia e de outros objetos que possam ser arremessados
Proteja-se em local abrigado e distante das janelas

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Embarcação vira com quatro pescadores no Balneário Rincão

Ocorrência foi atendida pelo Serviço Aeromédico (Saer)

Covid-19: chega ao fim estado de emergência em saúde pública no Brasil

Segundo o governo, nenhuma política pública de saúde será interrompida

Homem de 57 anos é preso após tentar beijar menina de 11 anos à força, em Orleans

Fato ocorreu na Rua Aristiliano Ramos, na tarde deste sábado, dia 21.

Número de transplantes de rim caiu nos últimos dois anos

Sociedade Brasileira de Urologia lançou campanha para estimular doação