Geral

Polícia Civil faz palestras para estudantes do Centro Educacional Meta

Policiais levaram o helicóptero, a delegacia móvel e uma viatura para os jovens conhecerem

Letícia de Oliveira/Sul In Foco

Na tarde desta terça-feira (8), os alunos do Centro Educacional Meta tiveram uma surpresa: a visita de parte da corporação do Polícia Civil. Com os olhos atentos ao céu, os estudantes viram o Helicóptero do Serviço Aeropolicial pousar no pátio do colégio. Em seguida, chegou a unidade da Delegacia Móvel da 6ª Delegacia Regional da Polícia Civil e uma viatura. Mesmo com os veículos, o que mais animou as crianças foi a chegada da cadela policial Branca.

A diretora do Meta, Marlene Turazzi Moreira, explicou o motivo da visita dos policiais civis. “Os policiais vieram aqui para interagir com os alunos, explicar o serviço e trabalho deles, porque as crianças geralmente têm medo da polícia. Eles vieram mostrar as viaturas, o helicóptero e o que eles utilizam para ajudar a população. Eles também vão ter uma palestra com os alunos sobre drogas. Isso é para envolver toda a escola e para os alunos saberem o que eles fazem, o trabalho dos policiais”, detalha Marlene.

Letícia de Oliveira/Sul In Foco

Além dos estudantes do Centro Educacional Meta, as escolas estaduais Samuel Sandrini e Costa Carneiro também estiveram presentes no local. Com os alunos reunidos a Polícia Civil apresentou a Delegacia Móvel utilizada para registrar Boletins de Ocorrências e orientação para população. Logo após as crianças puderam entrar na viatura policial e conhecer até mesmo a caixa do veículo, onde é transportado os suspeitos.

Letícia de Oliveira/Sul In Foco

Entre as atrações principais estavam o Helicóptero da Saer e a cadela policial Branca. No helicóptero, as crianças podiam entrar, conhecer o veículo e ainda registrar o momento com fotos. Já a cadela Branca recebeu o carinho das crianças.

Letícia de Oliveira/Sul In Foco

O Delegado de Polícia de Orleans, Ulisses Gabriel, falou da importância de ações como esta para a aproximação com a comunidade. “Nós fizemos uma força-tarefa do bem para estar aqui junto com as crianças e adolescentes, para falarmos um pouco da Polícia Civil, da prevenção e repressão ao crime, do combate ao tráfico de drogas, furto e roubo. Então a Delegacia Regional de Criciúma, junto com a Polícia Civil de Orleans e o Saer, estão aqui presentes para orientar nesse caráter pedagógico que a polícia também tem que ter para cada vez mais aproximar a população e estar mais integrada com a sociedade”, destaca o delegado.

Letícia de Oliveira/Sul In Foco

Também estava presente na visita o Delegado Regional de Criciúma, Vitor Bianco Junior. Ele também falou da importância da integração da polícia com a sociedade. “Temos muitas crianças aqui e espero que eles realmente passem a conhecer um pouco melhor a nossa instituição, a nossa função e o serviço que é prestado pela Polícia Civil, até porque a Polícia Civil de Orleans se destaca pelos serviços que vem prestando e pelo trabalho que vem realizando aqui no município. Acho importante que toda essa criançada tenho conhecimento dos serviços prestados e um pouquinho da nossa estrutura”, ressalta.

Após conhecer os veículos policiais, os alunos se reuniram no pátio do colégio para ouvir uma palestra sobre o combate a drogas. Os alunos também tiveram a oportunidade de conhecer os materiais de trabalho dos policiais, como as armas e coletes à prova de bala.

Letícia de Oliveira/Sul In Foco

Delegacia Regional de Criciúma cria núcleo de palestras

O Delegado Vitor Bianco Junior informou que a 6ª Delegacia Regional de Criciúma criou um núcleo específico para ministrar palestras e educar a população em relação a Polícia Civil. “Estamos formando um núcleo na Delegacia Regional com 20 policiais com várias palestras prontas, com slides para atender esse tipo de demanda. Levaremos a nossa estrutura para as escolas, para podermos palestrar e passarmos essas informações que muitas vezes a sociedade não conhece a respeito da Polícia Civil”, comenta.

Letícia de Oliveira/Sul In Foco

O delegado ressaltou que a criação do núcleo surgiu da necessidade de atender uma grande demanda da população. “Em razão de um pedido que ocorreu em Lauro Müller e tantas palestras que são solicitadas na região de Criciúma, decidimos criar esse núcleo e já estamos com dez temas, para que possamos atender a demanda nos colégios municipais e estaduais, indústrias e todo tipo de situação que podemos ser demandados”, explica.

O delegado Ulisses Gabriel contou que a visita da corporação em escolas já ocorreu em Lauro Müller e que as participações da Polícia Civil em ações com crianças e adolescente é frequente e pretende fazer uma integração da Polícia Civil com a sociedade.

Veja mais fotos:

  • IMG_9551
  • IMG_9557
  • IMG_9558
  • IMG_9563
  • IMG_9567
  • IMG_9569
  • IMG_9573
  • IMG_9575
  • IMG_9579
  • IMG_9585
  • IMG_9587
  • IMG_9589
  • IMG_9595
  • IMG_9598
  • IMG_9601
  • IMG_9606
  • IMG_9613
  • IMG_9625
  • IMG_9628
  • IMG_9631
  • IMG_9635
  • IMG_9645
  • IMG_9647
  • IMG_9663
  • IMG_9664
  • IMG_9672
  • IMG_9675
  • IMG_9682
  • IMG_9685
  • IMG_9693
  • IMG_9697
  • IMG_9698
  • IMG_9699
  • IMG_9700
  • IMG_9703
  • IMG_9707
  • IMG_9716
  • IMG_9722
  • IMG_9725
  • IMG_9728
  • IMG_9736
  • IMG_9741
  • IMG_9743
  • IMG_9751
  • IMG_9754
  • IMG_9759
  • IMG_9764
  • IMG_9772
  • IMG_9776
  • IMG_9787
  • IMG_9788

Notícias Relacionadas

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio

DIC de Criciúma apreende 1,5 kg de maconha e munição de calibre restrito

Índices de crimes caem bruscamente em Orleans

Segundo dados divulgados pela Polícia Civil, houve redução de 300% dos crimes de roubo e quase 30% do número de furtos.