Segurança

Polícia Civil indicia ex-servidora pública municipal por falsidade ideológica e prevaricação em Orleans

Os crimes ocorreram entre o período de 5 de setembro de 2016 a 25 de abril de 2017

Divulgação

A Polícia Civil de Orleans concluiu inquérito policial com 367 páginas que concluiu que a ex-servidora pública municipal S.G., 38 anos, teria praticado crimes de falsidade ideológica e prevaricação no exercício de função pública.

Segundo restou apurado, entre o período de 5 de setembro de 2016 a 25 de abril de 2017, a indiciada, Agente Comunitário de Saúde (ACS) do Município de Orleans, no exercício de sua função, inseriu declaração falsa consistente em assinaturas e outros dados em diversas fichas de visitas domiciliares, as quais não se realizavam efetivamente.

Foram ouvidas 17 testemunhas, que confirmaram que as visitas não aconteciam e que as assinaturas constantes nas fichas de atendimento não eram suas, tendo o Instituto Geral de Perícias confirmado, por meio de dois exames grafotécnico, que as letras e assinaturas não eram das pessoas que deveriam ter sido atendidas pela agente de saúde.

Notícias Relacionadas

Homem é preso por roubo armado após investigação da Polícia Civil de Criciúma

Finalizado o inquérito pelo roubo, o suspeito foi indiciado pelo crime

Vacinas foram entregues em todas as regionais de saúde de Santa Catarina nesta terça

No total, foram 71.040 doses destinadas às regionais de saúde para serem distribuídas entre todos os 295 municípios catarinenses

Forquilhinha inicia vacinação contra Covid-19 nesta quarta-feira (20)

As doses que chegaram à cidade nesta terça-feira, dia 19, são inferiores ao esperado e não atendem toda a demanda

Julio Garcia tem prisão decretada pela Operação Alcatraz

Presidente da Alesc, deputado foi um dos alvos de operação da Polícia Federal realizada nesta terça