Segurança

Polícia Civil indicia ex-servidora pública municipal por falsidade ideológica e prevaricação em Orleans

Os crimes ocorreram entre o período de 5 de setembro de 2016 a 25 de abril de 2017

Divulgação

A Polícia Civil de Orleans concluiu inquérito policial com 367 páginas que concluiu que a ex-servidora pública municipal S.G., 38 anos, teria praticado crimes de falsidade ideológica e prevaricação no exercício de função pública.

Segundo restou apurado, entre o período de 5 de setembro de 2016 a 25 de abril de 2017, a indiciada, Agente Comunitário de Saúde (ACS) do Município de Orleans, no exercício de sua função, inseriu declaração falsa consistente em assinaturas e outros dados em diversas fichas de visitas domiciliares, as quais não se realizavam efetivamente.

Foram ouvidas 17 testemunhas, que confirmaram que as visitas não aconteciam e que as assinaturas constantes nas fichas de atendimento não eram suas, tendo o Instituto Geral de Perícias confirmado, por meio de dois exames grafotécnico, que as letras e assinaturas não eram das pessoas que deveriam ter sido atendidas pela agente de saúde.

Notícias Relacionadas

Mulher perde controle do veículo e bate em poste no distrito do Guatá, em Lauro Müller; VEJA AS FOTOS

Motorista, de 24 anos, teve ferimentos leves e foi conduzida à Fundação Hospitalar Henrique Lage

Dois pedreiros são soterrados parcialmente em SC durante acidente de trabalho

Um deles foi atingido por um pedaço de concreto e foi encaminhado ao Hospital Regional do Oeste. O outro recusou atendimento hospitalar.

Brasil vai ao pódio em primeiro torneio após Jogos de Tóquio

Guilherme Schmidt chega à final e leva prata no Grand Prix de Zagreb

Microempreendedores têm menos de uma semana para regularizar dívidas

Prazo vai até 30 de setembro