Trânsito

Postos da Polícia Rodoviária mantém interdição da Serra e alegam não ter recebido comunicação oficial

Lideranças municipais de Lauro Müller e Bom Jardim da Serra foram informados na manhã desta sexta-feira (01), da liberação do tráfego de caminhões até 15 toneladas na SC-390, trecho da Serra do Rio do Rastro.

Foto: Daniel Búrigo / A Tribuna

A interdição de tráfego para veículos (caminhões e ônibus) com peso bruto até 6 toneladas se mantém na Serra do Rio do Rastro. A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) lembra aos motoristas que, a autorização de liberação para veículos até 15 toneladas anunciada pelo Governo do Estado nesta sexta-feira (01), ainda não foi recebida pelo órgão de trânsito.

“Estamos recebendo ligações questionando sobre a mudança. Ainda não fomos comunicados e mantemos o limite de 6 toneladas. Caminhoneiros que nos mostraram comunicados de lideranças falando sobre a liberação, mas independente, não fomos oficialmente comunicados”, comenta o Sargento Adriano da PMRv do Guatá, em Lauro Müller.

Já no topo da Serra, a situação é a mesma. “Estamos no aguardo de informações do Comando Estadual da PMRv. Sem isso, seguimos a orientação de limitar veículos com até 6 toneladas. Muitos deles com peso acima deste limite estiveram aqui e tiveram que retornar”, enfatiza o comandante da PMRv em Bom Jardim da Serra, Sargento Bonetti.

Em contato com o superintendente regional do Deinfra, Lourival Pizzolo, o mesmo afirmou que não houve nenhuma comunicação até o momento. “Não me informaram sobre a liberação. A decisão parte da capital do Estado. Caso ocorra, comunicaremos de imediato os postos da PMRv na Serra”, comenta.

Entenda

Lideranças municipais de Lauro Müller e Bom Jardim da Serra, entre elas os prefeitos Valdir Fontanella e Serginho Rodrigues, respectivamente, receberam na manhã desta sexta-feira (01), a autorização para liberação do tráfego de caminhões até 15 toneladas na SC-390, trecho da Serra do Rio do Rastro.

  • 6ea74aba-8c37-4239-a690-4fa8afc7a859
  • bd165dcc-684c-4191-b0c4-bbb6bd3f40f2 (1)
  • 52864558_1332070953601705_8047499459673718784_n
  • 88b49b6a-d7f1-4f82-b11e-1a05b963fe7f

As informações foram repassadas por representantes da Defesa Civil e pelo próprio secretário de Infraestrututra no Estado, Carlos Hassler. “Esperamos os laudos técnicos necessários e mandamos a equipe lá para verificar a situação. Concluímos que podemos liberar o transito e a ideia é expedir a ordem de imediato por sabermos que temos muita produção para escoar. Imediatamente vamos difundir a informação, mas pedimos paciência porque as vezes demora para chegar a informação na ponta da linha. O quanto antes, estaremos informando os envolvidos”, afirmou o secretário às lideranças.

O deputado estadual Volnei Weber também destacou a liberação do trânsito na Serra, enfatizando  o lançamento de uma nota técnica, para o final de semana. “Hoje é dia de agradecer ao Secretário da Defesa Civil, Sr. João Batista e ao Secretária de Infraestrutura, Sr. Carlos Hassler, pelo empenho e dedicação para que a Serra do Rio do Rastro fosse liberada. Na mesma, só estavam permitidos a passagem de carros de passeios, ônibus e caminhões até seis toneladas. Nesta fase de produção onde os moradores necessitam e vivem do seu trabalho, após visitas de ambas as secretarias, conseguimos agora a liberação para caminhões tipo toco e truck com até 15 toneladas. O lançamento de nota técnica esta previsto ainda para este final de semana“, citou em seu comentário.

Portanto, o tráfego de veículos continua limitada ao peso bruto de 6 toneladas na Serra do Rio do Rastro.

 

Notícias Relacionadas

Com aperfeiçoamento constante, Associação de Apicultores de Orleans é destaque em Santa Catarina

Obras de recuperação da SC-390 começam nesta terça-feira

Assinatura da ordem de serviço, com a presença do Governador do Estado, Eduardo Pinho Moreira e o Secretário de Infraestrutura do Estado Paulo França, está prevista para acontecer na quarta (26), em Orleans.

Colisão frontal termina em morte em Balneário Rincão

Colisão frontal deixa dois em estado grave na SC-108, entre Orleans e Urussanga

Um dos motoristas ficou preso às ferragens e teve o carro cortado para ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros.