Saúde

Profissionais das UBS de Criciúma discutem agenda odontológica municipal

Encontro no Salão Ouro Negro reuniu dentistas para discutir o atendimento e cronograma para 2022

Divulgação

Os dentistas e auxiliares das Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Criciúma se reuniram para discutir o cronograma de atividades odontológicas do município. O encontro ocorreu na manhã desta quinta-feira (2), no Salão Ouro Negro do Paço Municipal Marcos Rovaris, e contou com a presença de 80 profissionais.

Na ocasião, ocorreu uma capacitação sobre o Previne Brasil, programa federal que analisa dados da Atenção Primária à Saúde (APS), para avaliar repasse de recursos. Em julho deste ano, entre as cidades com mais de 100 mil habitantes no Estado, Criciúma alcançou o primeiro lugar nos indicadores da APS.

“Tiramos dúvidas dos dentistas sobre o programa, esclarecendo, por exemplo, que o atendimento odontológico às gestantes é um indicador que tem peso duplo na avaliação”, explicou o gerente municipal de saúde bucal, Cristian Serpa.

Temas como demandas nos Centros de Especializações Odontológicas e fluxos de atendimento nas UBS’s também foram abordados no encontro. Os profissionais assistiram ainda a uma palestra da professora do Curso de Odontologia da Unesc, Ângela Maragno, tratando da importância do preenchimento correto dos prontuários e sobre lesões fundamentais na odontologia.

Notícias Relacionadas

Saúde lança nova versão da caderneta de saúde para crianças

Novo modelo será enviado aos estados e municipios até março

Cachoeira é interditada por tempo indeterminado após queda que matou jovem em SC

Leticia Silva Budal, de 20 anos, morreu após cair aproximadamente 50 metros dentro da cachoeira

SC tem 20 vezes mais pacientes em tratamento contra Covid do que no Natal

Em 25 de dezembro, estado tinha 1.987 casos ativos contra 45.915 de sexta-feira. SC enfrenta filas nos postos de saúde e unidades fechadas por causa do afastamento de profissionais da área.

Um ano de vacinação contra Covid-19 com início da imunização de crianças

A vacinação de crianças de 5 a 11 anos é a forma que SC celebra data