Poder Executivo

Projeto “São Ludgero 100% Esgoto Sanitário Tratado” segue com instalações na área rural

Novas construções já recebem as instalações de novos Sistemas Individuais de Tratamento (SITs).

Divulgação

Os investimentos seguem de forma contínua no projeto “São Ludgero 100% Esgoto Sanitário Tratado”, visando a qualidade de vida das famílias, gerações futuras e a preservação do Meio Ambiente. Novas construções de residências na área rural estão virando realidade e, com elas, as instalações de novos Sistemas Individuais de Tratamento (SITs) com participação direta da Prefeitura por meio da Secretaria de Agricultura, Secretaria de Saúde/Vigilância Sanitária e Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae).

Além disso, durante este ano deve iniciar a manutenção dos sistemas já instalados há alguns anos com o objetivo de preservar a eficácia. Em 2021 já foram realizados 56 cadastros e 44 sistemas instalados nas comunidades de Barra do Norte, Bom Retiro, KM2, Mar Grosso, Morro do Cruzeiro, Nova Estrela, Ponte Baixa, Rio Pinheiros e Santo Antônio.

As novas instalações estão acontecendo nas sextas-feiras com uma equipe formada por profissionais da Secretaria de Agricultura, do Samae e equipamento terceirizado. Todo o esgoto doméstico do perímetro urbano através de redes chega a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), que está localizada bem no centro da cidade. Lá é realizado um processo totalmente natural de despoluição através de bactérias aeróbias e anaeróbias. No caso da área rural, nas residências foram instalados o Sistema Individual de Tratamento (SIT) desenvolvido para a realidade das famílias locais. Trata-se de um kit de saneamento, onde o esgoto doméstico passa por duas fossas, filtro e o efluente final ainda passa pelo círculo de bananeiras ou plantas que absorvem bastante água para a purificação final.

O secretário de Agricultura, Comércio, Indústria e Turismo, Paulo Sergio Lorenzetti, esclarece que as solicitações seguem da mesma forma, ou seja, os proprietários de futuras residências devem procurar a secretaria para realizar o cadastro. “A dinâmica de trabalho segue, com investimento na compra dos Kits pela secretaria de Saúde/Vigilância Sanitária, participação de campo da secretaria de Agricultura com o Samae entrando com máquina, acessórios e também, pessoal”, detalha.

A Diretora Geral do Samae, Judite Peters Schurohff, faz questão de lembrar que o tratamento do esgoto no perímetro urbano iniciou em 1990, com a participação direta da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e na área rural em 2006 com a Epagri e as famílias decidindo investir os recursos do Microbacias no desenvolvimento e instalação do sistema individual de tratamento. “Uma história construída ao longo de décadas”, ressalta.

Em 22 de março de 2018, Dia Mundial da Água, o município celebrou um marco histórico, atingiu 100% de Esgoto Tratado, nos perímetros urbano e rural. Atualmente, São Ludgero recebe comitivas para entender melhor o trabalho desenvolvido e o êxito do projeto alcançado ao longo dos anos com muito trabalho, investimento e superação de desafios.

O prefeito de São Ludgero, Ibaneis Lembeck, o Iba, enfatiza que o projeto é um compromisso de todos que residem em São Ludgero. “Nossa cidade está fazendo a sua parte em relação ao Meio Ambiente, a preservação da Água, do Planeta e contribuindo com as futuras gerações. É um esforço realizado por várias mãos, investimentos feitos por várias administrações e com participações diversas. Alcançamos a meta estabelecida em 2018, após superado alguns obstáculos e os trabalhos seguem, não existe fim, é um projeto contínuo”, enfatiza o prefeito.

Notícias Relacionadas

Braço do Norte e Apae de Rio Fortuna firmam parceria inédita

Vereadores de Orleans aprovam um Projeto de Lei e seis Indicações

A 26ª sessão ordinária de 2022 foi realizada nesta segunda-feira, dia 8, sob a presidência do vereador Pedro João Orbem (MDB).

AgroPonte nos preparativos para mais uma edição

Moradores de Forquilhinha atingidos pelas chuvas poderão sacar FGTS