Geral

Reitor da Satc pede olhar voltado a formação técnica na Alesc

Além da atenção para o ensino, a Transição Energética Justa também foi pauta da fala aos deputados

Foto: SATC

A Satc esteve presente nos dois dias do Alesc Itinerante, em Criciúma. Nesta quarta-feira (3), o reitor da Satc, Carlos Antônio Ferreira fez o uso da fala aos deputados e, além de apresentar a instituição, deixou uma oportunidade aos deputados: um Programa de Incentivo ao Ensino Técnico.

“No Brasil, o ensino técnico não possui um olhar tão atento. Somos, pela nossa história, uma escola técnica, e vemos o quanto o Técnico impacta na vida das pessoas. Hoje, anualmente, a Satc recebe, em média, três mil vagas de estágios. Porém, formamos, em média 350 alunos anualmente. Temos um espaço gigante para crescer”, afirmou o reitor aos deputados.

Em sua fala, o reitor salientou e sugeriu aos deputados que seja criado um programa para que mais adolescentes possam ser contemplados com o ensino profissionalizante.

“Todos os alunos da Satc hoje fazem o Ensino Técnico de forma gratuita, graças ao apoio da Indústria Carbonífera que é nossa mantenedora. Mas podemos ampliar, e por isso, peço a atenção dos deputados para essa pauta”, ressaltou.

Com a Satc como principal centro de estudos no Programa de Transição Energética Justa, Ferreira alertou sobre as oportunidades que o programa pode trazer para a região Sul e para toda Santa Catarina.

“Esse Programa é de fundamental importância para que todo o trabalho que vem sendo realizado continue e consigamos ampliar a gama de produtos do cadeia produtiva do carvão. Na Satc temos estudos voltados para a formação desses produtos, como também para a redução de emissão de CO². Peço a atenção dos senhores para essa Lei, pois temos a oportunidade de ajudar muito todo o estado”, reiterou.

Durante os dois dias de evento em Criciúma, o reitor conversou e apresentou a Satc individualmente para os deputados e convidou para que visitassem a instituição para conhecer todo o trabalho de Educação e Negócios.

Notícias Relacionadas

Frascos de chumbo e pólvora são encontrados durante apreensão de armas na Serra em SC

O homem não tinha a documentação legal das armas e recebeu voz de prisão.

Gasolina alcança R$ 6,20, maior preço médio do ano em SC, segundo ANP

Tubarão registrou a menor média, com R$ 6,02

IPCA-15: Inflação em julho sobe 0,30%, impulsionando combustíveis e passagens aéreas

Um período de muitas transformações mundiais