Geral

Réu que preparou emboscada para matar homem por vingança decorrente do tráfico de drogas é condenado em Tubarão

O crime foi praticado por dois adultos e um adolescente. O primeiro réu foi a júri popular nesta terça-feira (6/2).

Foto: Divulgação

Após denúncia do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), o Tribunal do Júri da Comarca de Tubarão condenou um homem a 20 anos, 4 meses e 20 dias de reclusão, em regime inicialmente fechado, por homicídio triplamente qualificado e corrupção de menores. Foi negado o direito de recorrer em liberdade, iniciando-se, de imediato o cumprimento da pena. O crime, triplamente qualificado, foi cometido por motivo torpe, meio cruel e mediante emboscada.

Quer receber as principais notícias da região? Clique aqui e entre no nosso grupo de WhatsApp e fique atualizado de forma rápida e confiável 

O ato criminoso foi praticado em outubro de 2016 quando um adolescente, a mando do réu e de outro adulto, atraiu um homem para um local ermo, dentro de um milharal na cidade do Sul do Estado, onde os dois adultos o aguardavam e, de maneira rápida, desferiram-lhe 20 golpes de faca. A vítima foi morta pois consumiu uma porção de droga que havia sido deixada sob sua guarda para posterior venda, levando à incidência da qualificadora de motivo torpe.

Conforme sustentado pelo Promotor de Justiça Rafael Rauen Canto, que atuou na sessão do júri, além do homicídio, o homem corrompeu o menor que, sob ordem dos réus, convidou a vítima para ir até o local onde o crime foi praticado, atraindo-o à emboscada, além de ter desferido alguns dos golpes que a levaram a óbito.

Ademais, o crime foi praticado por meio cruel, devido ao número de facadas desferidas pelos três agentes, que causou intenso sofrimento físico e morte por traumatismo torácico, conforme laudo pericial. O MPSC havia denunciado, ainda, o homem pelo crime de ocultação de cadáver, já que o corpo da vítima foi arrastado para o interior do milharal, em local afastado.

Se mantenha informado em tempo real! Clique aqui e siga o Sul in Foco no Instagram. Informações e notícias sobre a região na palma da sua mão!

O segundo adulto envolvido ainda será julgado pelo Tribunal do Júri da Comarca de Tubarão, respondendo pelos crimes de homicídio qualificado, corrupção de menores e ocultação de cadáver. Já o adolescente, respondeu perante o Juízo da Infância e da Juventude e recebeu medida socioeducativa de internação.

 

Notícias Relacionadas

Autor de roubo e extorsão contra duas mulheres é condenado a 10 anos de reclusão em Criciúma

O crime ocorreu em agosto de 2019, quando as vítimas foram rendidas pelo autor.

DIC de Criciúma apreende 1,5 kg de maconha e munição de calibre restrito

Pedreiro de cemitério condenado por enriquecimento ilícito e venda casada de serviços em Urussanga

Os fatos aconteceram entre 2010 e 2012, quando o homem era responsável pela gestão do Cemitério Municipal de Urussanga

Motorista que passeava por Garopaba com CNH falsa é condenado a 3,6 anos de reclusão

O documento tinha a foto dele, mas o nome era de outra pessoa. Na delegacia, os policiais descobriram a verdadeira identidade do réu e constataram que havia contra ele um mandado de prisão em aberto, por roubo tentado.