Saúde

SC diz ter seringas suficientes para vacinar contra Covid-19 e contraria Ministério da Saúde

Secretaria de Estado da Saúde informou, nesta quinta-feira, que tem 3 milhões de agulhas e 9,5 milhões de seringas preparadas para começar a imunização. Governo federal disse que Santa Catarina seria um dos sete estados que poderiam não ter insumos suficientes.

Divulgação

O governo de Santa Catarina informou que tem, atualmente, 3 milhões de agulhas e 9,5 milhões de seringas preparadas para iniciar a imunização contra Covid-19. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (14) após a afirmação do Ministério da Saúde ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o estado seria uma das sete unidades da federação com risco de não ter estoque suficiente para atender à demanda inicial de aplicação dos imunizantes.

  • Agulhas: 710 mil unidades (estoque central) e 2,3 milhões (distribuídas aos municípios). Total: 3 milhões.
  • Seringas: 6,5 milhões (estoque central) e 3 milhões (distribuídas aos municípios). Total: 9,5 milhões.
  • Mais 7 milhões de agulhas e 500 mil seringas foram compradas e chegam em até cinco dias.
  • 2,8 milhões de pessoas fazem parte do grupo prioritário no estado.
  • População estimada em Santa Catarina: 7.252.502 milhões.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que não considera as aquisições realizadas diretamente pelos municípios e nem os estoques já entregues aos hospitais para a vacinação das equipes.

“Além disso, outras atas para aquisição estão em abertos. Ressalta-se que a Secretaria de Estado da Saúde já oficializou o Ministério da Saúde para que as requisições de estoques de empresas sediadas em Santa Catarina permaneçam à disposição do Estado”, informou a pasta.

Na manifestação ao STF, o Ministério da Saúde disse que prevê a entrega de até 30 milhões de doses de diferentes vacinas contra a Covid-19, até o fim de janeiro. Segundo a equipe técnica da pasta, se todas elas ficarem disponíveis até o fim do mês, sete estados teriam dificuldade para efetivar a aplicação das doses.

No documento, Santa Catarina aparece com o quantitativo de 590 mil seringas e agulhas e a informação de que não teria estoque suficiente para a realização das imunizações.

Segundo o Ministério da Saúde, as consultas dos insumos foram feitas em 27 novembro de 2020. Além disso, o governo federal fez solicitações às secretarias de estado e colheu informações dentro do Sistema de Informação de Insumos Estratégicos (SIES).

O secretário de Estado da Saúde, André Motta, disse que os números do Ministério da Saúde não estão corretos. “Houve algum equívoco”, disse.

Com informações do G1 SC

Notícias Relacionadas

Bebê sobrevivente a ataque em creche de SC recebe alta da UTI

Henryque teve um corte perto do olho, que atingiu até o osso da face, cortes nos lábios e gengivas, outro perto do pescoço, que atingiu o pulmão, na barriga e mais alguns superficiais.

Arteris se manifesta sobre acidente na BR-101 que matou caminhoneiro

Caminhoneiro Jaci Laranjeira Nunes, de 55 anos, morreu no gravíssimo acidente.

Pfizer deve produzir 4 bilhões de doses de vacina contra covid em 2022

Empresa espera fabricar 3 bilhões de doses em 2021, diz Albert Bourla.

Carlos Moisés exonera 82 nomes do governo de Daniela Reinehr

No total, há gestores do primeiro, segundo e terceiro escalão do governo.