Saúde

SC diz ter seringas suficientes para vacinar contra Covid-19 e contraria Ministério da Saúde

Secretaria de Estado da Saúde informou, nesta quinta-feira, que tem 3 milhões de agulhas e 9,5 milhões de seringas preparadas para começar a imunização. Governo federal disse que Santa Catarina seria um dos sete estados que poderiam não ter insumos suficientes.

Divulgação

O governo de Santa Catarina informou que tem, atualmente, 3 milhões de agulhas e 9,5 milhões de seringas preparadas para iniciar a imunização contra Covid-19. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (14) após a afirmação do Ministério da Saúde ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o estado seria uma das sete unidades da federação com risco de não ter estoque suficiente para atender à demanda inicial de aplicação dos imunizantes.

  • Agulhas: 710 mil unidades (estoque central) e 2,3 milhões (distribuídas aos municípios). Total: 3 milhões.
  • Seringas: 6,5 milhões (estoque central) e 3 milhões (distribuídas aos municípios). Total: 9,5 milhões.
  • Mais 7 milhões de agulhas e 500 mil seringas foram compradas e chegam em até cinco dias.
  • 2,8 milhões de pessoas fazem parte do grupo prioritário no estado.
  • População estimada em Santa Catarina: 7.252.502 milhões.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que não considera as aquisições realizadas diretamente pelos municípios e nem os estoques já entregues aos hospitais para a vacinação das equipes.

“Além disso, outras atas para aquisição estão em abertos. Ressalta-se que a Secretaria de Estado da Saúde já oficializou o Ministério da Saúde para que as requisições de estoques de empresas sediadas em Santa Catarina permaneçam à disposição do Estado”, informou a pasta.

Na manifestação ao STF, o Ministério da Saúde disse que prevê a entrega de até 30 milhões de doses de diferentes vacinas contra a Covid-19, até o fim de janeiro. Segundo a equipe técnica da pasta, se todas elas ficarem disponíveis até o fim do mês, sete estados teriam dificuldade para efetivar a aplicação das doses.

No documento, Santa Catarina aparece com o quantitativo de 590 mil seringas e agulhas e a informação de que não teria estoque suficiente para a realização das imunizações.

Segundo o Ministério da Saúde, as consultas dos insumos foram feitas em 27 novembro de 2020. Além disso, o governo federal fez solicitações às secretarias de estado e colheu informações dentro do Sistema de Informação de Insumos Estratégicos (SIES).

O secretário de Estado da Saúde, André Motta, disse que os números do Ministério da Saúde não estão corretos. “Houve algum equívoco”, disse.

Com informações do G1 SC

Notícias Relacionadas

Caminhão é destruído por incêndio na BR-101 em Laguna; VEJA O VÍDEO

Caso aconteceu na tarde desta sexta-feira (24)

Feira CasaPronta: tendências para criar a melhor versão do seu lar

Evento reunirá em Criciúma, todas as novidades dos setores da construção, decoração e mobiliário

Escola de Teatro Jônatas João celebra 2 anos em noite especial

A escola também foi contemplada com a Lei do Incentivo do Governo Federal para o ano de 2022, recurso que vai ser primordial para ampliação dos atendimentos e estrutura da instituição

Lei proíbe que condomínios de SC imponham locais para entradas de pets

Regras foram publicadas no Diário Oficial do Estado nesta quinta-feira (23)