Clima

SC tem 30 mil pessoas afetadas pelas chuvas em 109 municípios

Estado já reconhece situação de emergência decretada em sete municípios

Divulgação

Santa Catarina já tem ao menos 109 municípios com estragos causados pelas chuvas intensas e volumosas que atingiram o Estado no últimos dias, de acordo com balanço divulgado pela Defesa Civil na manhã desta quinta-feira (5). No total, ao menos 30 mil pessoas foram afetadas pelo ciclone extratropical.

Em informe do dia anterior, eram contabilizadas 94 cidades com estragos e 10 mil catarinenses afetados. O documento mais recente menciona ainda que o Estado tem ao menos 445 pessoas desalojadas, que precisaram deixar suas casas em meio ao desastre, e 178 desabrigadas, que tiveram necessariamente de ser acolhidas por abrigos públicos.

O balanço, no entanto, com informações reunidas até as 8h30, ainda não contempla todo o problema em Santa Catarina. Apenas em Tubarão, por exemplo, no Litoral Sul, mais de 700 pessoas foram acolhidas em abrigos supervisionados pela Defesa Civil local ao longo desta madrugada, segundo a prefeitura local comunicou na manhã desta quinta. O Rio Tubarão, que atravessa o município, transbordou.

A publicação da Defesa Civil também aponta que sete municípios já tiveram situação de emergência por conta das chuvas reconhecida pelo Estado. São eles: Tubarão, Orlean, Forquilhinha, Urubici, Maracajá, Araranguá e São Joaquim.

O documento cita que Taió, no Alto Vale do Itajaí, deve decretar emergência ainda na manhã nesta quinta, mas não menciona Videira, no Meio-Oeste, que comunicou ter publicado decreto deste tipo já na terça (3). A emergência permite deslocar funcionários e fazer compras com dispensa de licitação para mitigar os estragos das chuvas.

A maior parte dos municípios com situação de emergência homologada pelo governo estadual está no Sul catarinense, na região na qual se estende a bacia hidrográfica do Rio Tubarão e onde há cidades com maior volume de precipitação nos últimos três dias. São Martinho, no topo da lista, acumulou 375,4 milímetros de chuvas no período, segundo informou a Defesa Civil no balanço.

Defesa Civil reúne números dos municípios com maior volume de chuvas

Divulgação

O documento ainda mantém a contagem de duas mortes por conta do ciclone, ambas em São Joaquim. No entanto, na manhã desta quinta, ao menos mais uma morte já foi confirmada, em Urubici, após ter sido encontrado o corpo de um homem de 45 anos que teve o carro arrastado pela enxurrada.

Nesta quinta, o governador Carlos Moisés (Republicanos) passa a visitar as cidades mais afetadas pelas chuvas. Durante a manhã, ele passa por Rio do Sul, no Alto Vale do Itajái, que registrou enchente do Rio Itajaí-Açu e tem ao menos 7 mil desalojados.

Ao longo do dia, ainda haverá risco de inundações e deslizamentos no Estado devido ao volume de chuvas acumulado nos últimos dias, segundo a Defesa Civil. A precipitação passa ao menos a ser menor agora. Já as temperaturas devem cair.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Vereadores aprovam repasse de R$ 10 mil para a APAE de Lauro Müller

A sessão ordinária desta segunda-feira, dia 16, foi realizada sob a presidência do vereador Lindomar Cataneo.

Vereadores de Orleans aprovam gratificação a servidores membros de sindicância administrativa

A sessão ordinária foi realizada sob a presidência do vereador Pedro João Orbem nesta segunda-feira, dia 16.

Rio do Rastro Marathon é marcada por bicampeonatos, recorde e estreias

Atletas de 21 estados brasileiros se desafiaram subindo a Serra de SC em provas de corrida e ciclismo

Homem é preso com 186 kg de maconha na BR-101 em SC

Apreensão foi feita pela PRF e o motorista não soube informar o destino final da droga