Saúde

SC tem aumento de 92% de casos de Covid e reforça medidas de prevenção

Secretaria de Saúde destaca importância do uso de máscaras

Divulgação

Em apenas um mês, Santa Catarina teve aumento de 92% nos casos ativos de Covid-19. De acordo com o Painel do Coronavírus, do NSC Total, 7.819 pessoas ainda estão em tratamento do vírus nesta segunda-feira (23) — em 23 de abril, eram 4.071 infectados.

Também houve crescimento expressivo ao comparar com a situação da doença no início do mês. Em 1º de maio, eram 5.068 casos — aumento de 54,28%.

De acordo com o Painel, o crescimento tem ocorrido em todas as regiões do Estado. A Grande Florianópolis, por exemplo, concentrava 1.609 casos ativos em 10 de maio. Neste domingo (22), eram 2.129 — aumento de 32,31% em 12 dias.

Divulgação

Ainda segundo o Painel, diversas cidades têm registrado aumento nos casos ativos da doença. Em Palma Sola, no Oeste, em sete dias, o crescimento foi de 600% – passou de três para 21 ativos em apenas uma semana.

Florianópolis lidera como o município com o maior número de pacientes: 1.417 — aumento de 7% em relação a semana passada. Em seguida vem Joinville, com 748, e Blumenau, com 555. Ao todo, 240 cidades tem casos ativos da doença.

Divulgação

Para o superintendente em Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, apesar do aumento, os números não têm refletido nas internações ou mortes por Covid-19. Em maio, de acordo com o Painel do Coronavírus, são 34 óbitos.

— Estamos muito mais preparados neste momento [para atender a população], com uma boa cobertura vacinal. Mesmo com esse aumento, eles não estão refletindo em hospitalizações, e as que têm são muito concentradas em pessoas vulneráveis e com doenças crônicas, que não receberam a dose de reforço — explica.

Saúde reforça “camadas de proteção”

Apesar disso, Santa Catarina tem demonstrado preocupação com o aumento nos casos de doenças respíratórias. Por conta disso, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) tem reforçado a recomendação do uso de máscaras, principalmente em lugares fechados.

— Estamos lidando com doenças de transmissão respiratória, que se transmite por forma de gotículas respiratórias. Principalmente no inverno, as pessoas acabam fechando as janelas, em salas de aula ou no trabalho, para se protefer do frio. Como não há essa circulação do ar, caso tenha uma pessoa infectada, existe o risco de transmissão. Por isso a recomendação das máscaras — pontua Macário.

O superintendente também reforça outras medidas de prevenção, como a vacinação da Covid-19 e da Influenza. Além disso, outras atitudes como a lavagem de mãos e uso de álcool em gel, também são formas de reduzir a transmissão da doença.

— Santa Catarina sempre teve esse período da temporada de frio que favorece a transmissão de doenças respiratórias. São várias as camadas de proteção: usa um álcool em gel, procura ter os ambientes arejados, uma alimentação regular. Isso melhora a resposta imune, toma as vacinas. Isso acaba te protegendo de várias formas — reforça.

Mais de 1,7 milhões de casos confirmados

Desde o início da pandemia, Santa Catarina registrou 1.725.174 casos de Covid-19. Nesta segunda-feira, mais 345 foram confirmados.

Em relação as mortes são 21.280. De acordo com o Painel, mais quatro mortes foram confirmadas nesta segunda-feira.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

TSE define teto de gastos para campanha de candidatos a governador de SC; veja valores

Valores máximos são os mesmos do pleito eleitoral de 2018, mas corrigidos pela inflação do período – o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo)

Discussão por tarrafa acaba em tentativa de homicídio no Camacho

Segundo o envolvido, dois homens vieram da Barra da Lagoa e um deles começou a atirar contra ele em frente a sua casa

Polícia investiga atentado contra dois ambientalistas em SC

Tiros foram disparados contra casa onde moram os ambientalistas em Guaramirim

Temperaturas tendem a subir durante a semana em SC; confira máximas

Máximas entre 25°C e 30°C estão sendo previstas para algumas regiões catarinenses de acordo com a Defesa Civil