Segurança

Seis são presos acusados de participação em latrocínio em Treze de Maio

Seis sãao presos acusados de participação em latrocínio em Treze de Maio

Foto: DivulgaçãoAss

Sete mandados de prisão e quatro de busca e apreensão relacionados ao latrocínio de Geovani De Pieri Bardini, de 30 anos, registrado em Treze de Maio no último dia 21 de junho, foram cumpridos nesta quinta-feira (3) pela Polícia Civil da região.

A vítima foi morta a tiros durante o roubo de seu veículo, um Fiat Uno. A operação iniciou ainda na madrugada desta quinta-feira (3). Trata-se de uma ação conjunta entre a Delegacia de Polícia de Jaguaruna, Delegacia de Treze de Maio e Divisão de Investigação Criminal – DIC de Tubarão. Trabalhos receberam apoio também da Delegacia de Sangão e DIC de Criciúma.

O cumprimento dos mandados ocorreu nos bairros Jussara e Jaqueline, em Içara, e nos bairros Cristo Redentor, Santa Luzia e Centro, em Criciúma. Seis investigados, cinco homens e uma mulher, com idades entre 21 e 60 anos, foram conduzidos à Delegacia de Jaguaruna (comarca de Treze de Maio). Eles prestaram depoimento durante todo o dia.

Durante as investigações, apurou-se que os sete conduzidos ou têm participação direta com o crime ou possuem conhecimento da autoria do fato. Os mandados requeridos pela autoridade policial e expedido pela autoridade judiciária são de prisão temporária, neste caso de 30 dias por tratar-se de crime hediondo, e com possível prorrogação por igual período. Os trabalhos de investigação foram concentrados pela Delegacia de Treze de Maio, com apoio de policiais civis de Jaguaruna, coordenados pelos delegados Isabel Cristiane Fauth (titular de Jaguaruna) e William Cezar Sales (titular da DIC de Tubarão).

Geovani era morador da comunidade de Santa Cruz, em Treze de Maio. Ele trabalhava na agricultura e celebrava o sonho de concluir a graduação em Direito. O jovem foi assassinado um dia depois de ter sido aprovado no difícil exame da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB. Motoristas que trafegavam na SC-442 encontraram o corpo do jovem por volta das 7 horas.

O trezemaiense retornava da pós-graduação em Direito Civil na Unisul, em Tubarão. Ele foi abordado e atingido com um tiro na cabeça. O corpo foi deixado em uma vala à margem da SC. A rodovia liga Treze de Maio à BR-101. O local fica a aproximadamente dois quilômetros da região central do município. Há muitos pontos sem qualquer tipo de habitação.

De acordo com informações do policial civil responsável pela delegacia de Treze de Maio, Júlio César, trata-se de um latrocínio (roubo seguido de morte). O automóvel do jovem, um Fiat Uno branco, foi encontrado no loteamento Jussara, em Içara. No local, também houve cumprimento de mandado nesta quinta. O caso segue sob investigação.

Com informações do Portal Notisul

Notícias Relacionadas

Ciclista morre após ser atropelado na SC-285, em Araranguá

DIC de Criciúma apreende 1,5 kg de maconha e munição de calibre restrito

Revólver, munições e droga são encontrados durante blitz realizada pela PMRv de Içara

Morador de Lauro Müller é baleado durante assalto a ônibus de comerciantes na BR-101; Veja vídeos