Geral

Serpente venenosa mata vaca de 600 quilos em São Joaquim

Cobra da espécie Urutu-cruzeiro de aproximadamente 2 metros atacou o animal. Caso foi registrado em São Joaquim.

Divulgação

Uma cobra venenosa, da espécie Urutu-cruzeiro, matou uma vaca em São Joaquim, na Serra catarinense, na manhã de sexta-feira (25).

Segundo José Clóvis, responsável pela propriedade onde ocorreu o caso, a vaca pesava aproximadamente 600 quilos e tinha cerca de 4 anos. Ela estava se alimentando no pasto quando foi atacada pela serpente.

Um vizinho do fazendeiro foi até o local desligar a bomba de água da propriedade a pedido de José, quando flagrou a vaca morta.

“Não deu tempo de salvar porque eu nem estava aqui. […] Deu um susto bem grande e o pior foi o prejuízo. Uma vaca custa uns R$ 4 mil”, contou Clóvis.

O homem chegou a localizar a serpente e registrou em fotos. Segundo José, a cobra tinha cerca de dois metros e fugiu para uma área de vegetação no entorno.

“Eu até estou me preparando para ir ali [no pasto] e cortar a grama, deixar limpo”, disse o fazendeiro.

Ainda de acordo com José, uma cobra da mesma espécie já havia atacado uma égua na propriedade há cerca de um ano. No entanto, o animal foi salvo após receber o atendimento de um veterinário.

A espécie

Com o nome científico Bothrops Alternatus, a Urutu-cruzeiro é extremamente venenosa, mas só é agressiva apenas quando se sente ameaçada. A serpente é normalmente encontrada em áreas próximas da natureza e a visualização desse animal é mais frequente no verão.

A orientação do Centro de Informação e Assistência Toxicológica de Santa Catarina (CIATox/SC) é limpar os locais onde há animais. Ao encontrar uma serpente a recomendação é evitar colocar as mãos ou se aproximar e acionar os órgãos especializados.

Com informações do  G1 SC

Notícias Relacionadas

Prefeito de Orleans assina Termo de Fomento de R$ 220 mil para a Creche Santa Rita de Cássia

Atualmente a creche Santa Rita de Cássia presta atendimento para 53 crianças com idade entre 4 meses a 3 anos

SC atinge a taxa mais alta de ocupação em UTIs e registra 97 novas mortes por Covid-19

SC também chegou a 37 mil casos ativos de coronavírus, marca nunca antes batida no Estado.

Mais um grupo de profissionais da Saúde recebe a vacina contra a Covid-19

Com mais essa ação de enfrentamento da pandemia, Tubarão chega próximo de cinco mil pessoas vacinadas.

MPSC alerta que aulas presenciais são atividades essenciais e não podem ser suspensas sem, antes, a proibição de outras atividades

Fechamento das escolas, por si só, sem que outras restrições de mesma ordem sejam estabelecidas, dificilmente impactará na transmissão comunitária do vírus