Segurança

Suspeita de bomba perto da residência oficial de Moisés mobiliza polícia

Policiais isolaram a área nos arredores do artefato; local é cerca de 700 metros da Casa d´Agronômica

Divulgação

A suspeita de uma possível bomba próximo da Casa d´Agronômica, residência oficial do governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, em Florianópolis, mobilizou a Polícia Militar no fim da manhã desta quarta-feira (8).

De acordo com o tenente-coronel Dhiogo Cidral, comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar, o artefato está localizado na rua Delminda Silveira, bairro Agronômica, cerca de 700 metros da casa do governador.

Ainda conforme o comandante, por volta das 11h30, o Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) já estava com o local isolado.

De acordo com informações da repórter do NDTV, Karina Kopppe, um morador denunciou sobre a suspeita da bomba em uma lixeira próximo de um residencial, mas não foi necessária retirada dos moradores.

No entanto, os policiais não descartam a possibilidade de se tratar de uma bomba falta. No entanto, os agentes adotaram o procedimento padrão de isolar o local até a investigação que está acontecendo por volta das 12h10.

Em entrevista para o Balaço Geral de Florianópolis, o comandante do Bope, Lucius Carvalho, mesmo com a semelhança de um simulacro, ou seja, uma imitação, existe a preocupação.

Por volta das 12h30, a área foi totalmente isolada para a explosão do objeto.

Com informações do ND+

Notícias Relacionadas

Saúde lança nova versão da caderneta de saúde para crianças

Novo modelo será enviado aos estados e municipios até março

Cachoeira é interditada por tempo indeterminado após queda que matou jovem em SC

Leticia Silva Budal, de 20 anos, morreu após cair aproximadamente 50 metros dentro da cachoeira

SC tem 20 vezes mais pacientes em tratamento contra Covid do que no Natal

Em 25 de dezembro, estado tinha 1.987 casos ativos contra 45.915 de sexta-feira. SC enfrenta filas nos postos de saúde e unidades fechadas por causa do afastamento de profissionais da área.

Um ano de vacinação contra Covid-19 com início da imunização de crianças

A vacinação de crianças de 5 a 11 anos é a forma que SC celebra data