Educação

UniSatc certifica alunos de escolas públicas após conclusão do projeto ‘Programando, a vida’

Participantes da iniciativa finalizaram ciclo de aprendizagens voltadas às linguagens de programação

Divulgação

O desenvolvimento de profissionais qualificados e prontos para ingressarem no mercado de trabalho faz parte dos objetivos educacionais da Satc. Para possibilitar ainda mais a formação técnica dos jovens, que o projeto “Programando, a vida’, idealizado pelo curso de Engenharia de Computação do Centro Universitário UniSatc em parceria com o Sicred Sul, certificou na tarde desta terça-feira (21), 22 alunos de escolas públicas da região. Ao longo de seis meses da iniciativa, os participantes puderam ter contato com diferentes aprendizagens voltadas às linguagens de programação.

A turma formada por estudantes do 9º ano ao terceiro ano do Ensino Médio, participou de imersões teóricas e práticas nos laboratórios da instituição, podendo ter a vivência com tecnologias utilizadas na graduação. “A partir dessa conclusão estamos oferendo ao mercado, alunos com uma qualificação já para concorrerem a cargos de entrada, visto que, a área de tecnologia é muito aquecida, são mais de 500 vagas apenas aqui em Criciúma e com essa conexão aqui na graduação, esses jovens saem ainda mais preparados”, destaca o coordenador do projeto, Anderson Farias.

A iniciativa foi conduzida por três módulos de formação, como Lógica de Programação, Programação a partir de Linguagem de didática e Programação com Linguagem de Mercado. “Conseguimos abordar com os alunos os fundamentos da programação, algoritmos e linguagens de alto nível como Python e VisuAlg com uma versão mais educacional”, explica o tutor pro projeto e aluno do curso de Engenharia de Computação, Carlos Daniel Pasquali Pereira.

Qualificação que oportuniza

Possibilitar uma formação de qualidade e de forma gratuita impacta diretamente no futuro de jovens que buscam oportunidades profissionais. Como um mercado pulsante e que está em constante crescimento, a qualificação na área de tecnologia oferece aos alunos muitas portas na indústria.

Para o estudante de 16 anos da escola Cedup Abílio Paulo, Lucas Teixeira Ronchi, o projeto é um complemento da sua formação. “É um trabalho incrível que a UniSatc faz aqui, porque esse é um curso que traz um grande conhecimento e tem uma grande estrutura, além disso, tem um fato fantástico por ser gratuito. Eu só tenho a agradecer todos os envolvidos nesse projeto”, ressalta.

O aporte que financiou o desenvolvimento da iniciativa, veio a partir do programa “Fundo Social” do Sicredi, empresa parceira da UniSatc. “A nossa parcela nesse projeto é voltada para a parte econômica, mas também o social, visto que, alunos de escolas públicas da região puderam obter conhecimentos valorosos para suas carreiras. Para nós, o que importa é que jovens vieram aqui na UniSatc aprender, ter um bom aperfeiçoamento para encararem o mercado de trabalho em uma área bem importante”, enfatiza o presidente do Sicredi Sul, Aloísio Westrup.

Notícias Relacionadas

Drogas e quase R$2 mil em tráfico são apreendidos em Tubarão

Uma dupla foi presa por estar realizando o comércio ilegal de drogas

SC volta a ter 80% de ocupação nos leitos de UTI adultos após seis meses

Segundo dados do Painel do Coronavírus, ao menos 257 pessoas estão internadas com Covid-19 no Estado

Mais de 6 mil maços de cigarros são apreendidos na BR-101, em Paulo Lopes

A carga foi avaliada em R$ 20 mil

Fecam leva mais dois casos de suposta falsidade ideológica para Ministério Público

Prefeitos Antônio Ceron (PSD), de Lages, e João Cidinei Da Silva (PL), de Anita Garibaldi, foram colocados na nominata da chapa 3, encabeçada pelo prefeito de São João do Itaperiú, Clézio Fortunato