Poder Executivo

Usina é vista como solução para iluminação da Ponte Anita Garibaldi, em Laguna

Foto: Ronaldo Amboni

A Prefeitura de Laguna e representantes da Eletrosul voltaram a se reunir para definir a melhor área para instalação da primeira Usina Termosolar do Brasil. Laguna foi escolhida para receber o projeto inédito, através de recursos do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL.

Dois locais são avaliados: uma área no porto pesqueiro e uma área pública no Laguna Internacional. A Secretaria de Planejamento realizará uma visita técnica no terreno, que pertence à prefeitura, para avaliar a viabilidade de utilizar o espaço.

A usina ocupará uma área de aproximadamente 1,5 hectare, com investimento de R$15 milhões. O projeto experimental tem o objetivo de avaliar a eficiência dessa tecnologia, além de fomentar a nacionalização da mesma por meio da capacitação de universitários, para que empresas brasileiras produzam os materiais e máquinas necessárias a este tipo de usina. Atualmente tudo é importado.

A energia que será utilizada na Termosolar será por meio de cilindro parabólico e é totalmente limpa e renovável. O projeto está em fase de estudos de viabilidade técnica. Após a aprovação, terá um prazo de execução de 36 meses, a partir da assinatura da ordem de serviço.

“Nosso objetivo é usar parte dessa energia gerada para abastecer a ponte de Laguna. Assim resolvemos essa questão sobre quem paga a conta de luz da ponte”, explica Candemil.

Com informações do site Diário Catarinense

Notícias Relacionadas

Estacionamento e obra parada são alvos de protesto em Laguna

Painéis solares vão gerar energia no IFSC Criciúma

Liminar determina atualização de valores repassados a hospital filantrópico de Laguna

Recursos provenientes de convênios firmados com o Município de Laguna e o Estado de Santa Catarina estão sem atualização monetária, enquanto déficit do Hospital de Caridade aumenta.

Três anos depois de inaugurada, Ponte Anita Garibaldi continua “sem dono”