Geral

UTI mais perto: Braço do Norte recebe plano de trabalho para implantação dos leitos

Divulgação

O prefeito de Braço do Norte, Beto Kuerten Marcelino, recebeu na manhã desta segunda-feira, 30, o plano de trabalho para a elaboração do convênio para a utilização dos R$ 2 milhões disponíveis para a implantação dos leitos de UTI no Hospital Santa Teresinha (HST), representado na reunião pelo presidente, Pedro Michels Neto, pelo diretor geral Vitor Abitante e pelo diretor técnico José Nazareno Goulart Junior.

Conforme Beto, esta é mais uma etapa burocrática que foi vencida. “Passo a passo caminhamos para a concretização desse sonho, que não é simples, não é do dia para a noite, que precisa de planejamento. O importante é que estamos avançando”, comentou.

Com a entrega do plano de trabalho, a equipe da Procuradoria Jurídica da Prefeitura elabora o convênio, no valor de R$ 2 milhões, que será enviado para a apreciação dos vereadores. Após aprovado e assinado, o HST poderá dar início à utilização do recurso, que será pago conforme as medições da construção, avalizados por engenheiro fiscal nomeado pela Prefeitura, sendo servidor público municipal, até fechar o montante de R$ 2 milhões.

Recursos foram disponibilizados em maio

O anúncio da disponibilidade de recursos para a UTI aconteceu em 31 de maio deste ano. Os R$ 2 milhões reservados para o HST são fruto do Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus. Braço do Norte recebeu R$ 4.123.784,00, desses, R$ 484.474,00 são de uso obrigatório no enfrentamento à Covid-19. O restante foi enviado para cobrir a queda da receita municipal, porém, como o Município está com sua saúde financeira preservada, foi possível honrar o compromisso com o HST. “Este era um compromisso que tínhamos com a população e, como financeiramente a Prefeitura está equilibrada e organizada, conseguimos reservar estes R$ 2 milhões para este aporte tão importante. Não utilizaremos estes recursos para pagar contas, mas sim para investir neste sonho”, explicou o prefeito.

Leitos de UTI

Solicitados há muitos anos pela comunidade, a vinda dos leitos de UTI do HST aguarda a finalização da unidade hospitalar que começou a ser construída no Bairro Rio Bonito pela antiga diretoria da instituição. Porém, sabendo que a estrutura é muito grande e que o Município e região têm urgência nos leitos, a nova diretoria do HST decidiu apresentar um projeto de ampliação da atual sede para suprir a demanda em menor tempo e com menos recursos, para depois retomar as obras da unidade do Rio Bonito, como esclarecido em um comunicado do próprio HST veiculado no dia 9 de novembro de 2018, assinado pelo então presidente, Camilo Alberton. Somente a diretoria do HST pode definir o local a ser investido o recurso, porém, a decisão conta com total apoio da administração municipal.

O projeto já apresentado pelo HST tem Ambulatório, Centro de Diagnóstico de Imagem (CDI), UTI, Agência Transfusional e leitos. A obra deverá ter em torno de 5.300 metros quadrados. A previsão é que a obra custe cerca de R$ 9 milhões.

O HST tem cobertura regional, sendo conveniado com outros municípios do Vale do Braço do Norte, porém, o Município de Braço do Norte tomou a frente no investimento, disponibilizando R$ 2 milhões. Outros R$ 3 milhões devem vir através de emenda parlamentar do deputado estadual Volnei Weber e o restante será pleiteado pela diretoria em assembleia da Cerbranorte, na qual os associados definirão para onde devem ir os recursos.

Notícias Relacionadas

Safra de uva está com frutos de boa qualidade e colheita antecipada em SC

Os frutos estão com mais qualidade, visto que o clima seco contribuiu para a sanidade dos parreirais, e a grande quantidade de dias quentes proporcionou o amadurecimento prematuro dos cachos, antecipando a colheita em 10 a 15 dias em 2021

Prefeitura de Lauro Müller confirma 22ª morte por Covid-19

A vítima tratava-se de um homem de 87 anos

Corpo de homem desaparecido há quase um mês é encontrado em Laguna

O homem estava desaparecido desde o dia 2 de janeiro.

Distribuição de vacinas da AstraZeneca deve começar neste sábado (23)

As 2 milhões de doses serão enviadas amanhã aos estados