Saúde

Vacinação contra a febre amarela terá horário estendido de atendimento em Içara

Além de quatro dias de atendimento prolongado, as unidades também terão dia “D”

Divulgação

Viabilizando o acesso de mais pessoas a vacina contra a febre amarela, a Secretaria de Saúde de Içara irá realizar atendimentos com horário estendido nas unidades que contam com sala de vacinação. As ações serão realizadas no mês de setembro.

De acordo com a secretária de Saúde, Jaqueline dos Santos, o único meio de prevenção é a vacina. “Trabalhamos para conscientizar as pessoas a procurarem as unidades de saúde, em que estamos com horários estendidos para aqueles que ainda não se vacinaram, para que consigamos atingir a meta da cobertura vacinal em 100% no município. É de fundamental importância q toda a população seja vacinada”, comentou.

Todas as salas de vacinação dos bairros Presidente Vargas, Liri, Cristo Rei, Jaqueline, Aurora, Vila Nova I, Esplanada, Primeiro de Maio, Jardim Elizabete, Raichaski e Nossa Senhora de Fátima estarão com atendimento ampliado até às 20h nos dias 17, 18, 24 e 25 de setembro. No sábado, dia 21, todas as unidades de saúdes estarão abertas das 8h às 17h.

O público alvo da campanha são pessoas de nove meses a 59 anos de idade que nunca receberam a vacina. No ato, o cidadão deverá levar a carteira de vacinação. Uma única dose é suficiente por toda a vida.

Sobre a doença

A febre amarela é uma doença grave, transmitida por mosquitos, principalmente em áreas silvestres e próximas de matas. Os macacos não transmitem a febre amarela. Assim como os humanos, eles são vítimas da doença, e sinalizam a circulação do vírus na região.

Os principais sintomas da doença são febre de início súbito, dor muscular, dor de cabeça, mal-estar, calafrios, náusea, tontura e dor abdominal. Pode ainda aparecer a icterícia (pele e/ou olhos amarelados) e sangramentos. Pode evoluir para casos graves, levando à morte.

Em 2019 houve registro de dois casos de febre amarela contraídos no estado, sendo que os dois foram a óbito. Ambos eram adultos, de 36 e 40 anos, não vacinados. De março a agosto deste ano, foram encontrados 4 macacos mortos por febre amarela em Santa Catarina, o que mostra que o vírus está se espalhando pelo estado, podendo atingir a população não imunizada.

Notícias Relacionadas

Mais de 5,7 mil crianças comparecem na 1ª etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo em Criciúma

Número superou a expectativa da Secretaria Municipal de Saúde. Segunda etapa inicia dia 18 de novembro, com foco em adultos de 20 a 29 anos

Homem que tentou matar a ex com golpes de machadinho enfrentará júri popular em Içara

O crime ocorreu no dia 6 de setembro de 2018, por volta das 17h, em Içara.

“Eu não tenho medo de ameaça”, dispara vereadora Ema Hoffman contra presidente da Coopermila

A fala ocorreu na sessão da Câmara de Vereadores de Lauro Müller na noite desta segunda-feira (1°)

Tribunal de Justiça mantém indenização para casal agredido por seguranças de CTG em Içara

Com cassetetes, os seguranças danificaram o automóvel das vítimas e ainda atingiram a mulher com um golpe no olho.