Saúde

Vacinação em idosos acima de 64 anos segue nesta segunda-feira em Criciúma

Cerca de mil doses estão sendo aplicadas em pessoas cadastradas no portal Minha Vacina. Entre a última sexta-feira e sábado foram vacinadas quase três mil pessoas contra covid

Divulgação

A Secretaria de Saúde de Criciúma segue vacinando idosos acima de 64 anos contra a covid-19 nesta segunda-feira (19). Das 4,4 mil doses recebidas na semana passada, quase três mil foram aplicadas na última sexta (16) e sábado (17), nos 50 pontos de vacinação distribuídos em todas as regiões da cidade. As mil doses restantes continuam imunizando os idosos da faixa etária definida pelo Plano Nacional de vacinação.

“Seguimos imunizando a população e fazendo todo o possível para amenizar a pandemia. Nossa equipe trabalhou sexta até tarde e sábado para agilizar a aplicação da vacina em nossa população. Precisamos ser rápidos e precisos para salvar vidas”, destacou o secretário de Saúde, Acélio Casagrande.

Segunda dose

De acordo com a logística da Secretaria de Saúde, esta semana inicia a aplicação da segunda dose em profissionais de saúde que foram vacinados com astraZêneca, entre final de janeiro e início de fevereiro deste ano.

Também será aplicada a segunda dose da vacina coronavac em pelo menos quatro mil idosos e 300 doses em profissionais da área da saúde.

A Secretaria de Saúde também solicita aos profissionais de saúde que tomaram a primeira dose da vacina AstraZêneca no final do mês de janeiro, início de fevereiro, que entrem em contato com o número 156 para agendamento da segunda dose, que será aplicada no estádio Heriberto Hulse, campo do Criciúma.

“Existe uma logística que estamos seguindo e adaptando conforme a chegada de novas doses, mas tudo passa pelo cadastro no portal minhavacina.criciuma.sc.gov.br. É importante que toda a população se cadastre para que a vacina possa alcançar todas as pessoas das faixas etárias previstas”, enfatizou o gerente de Vigilância em Saúde de Criciúma, Samuel Bucco. Até o momento Criciúma já vacinou quase 40 mil pessoas.

Doação de alimentos

Em parceria, as secretarias municipais de Saúde e Assistência Social, aderiram à campanha da Federação Catarinense de Municípios (Fecam) “Vacina contra a Fome”, e estão recebendo alimentos da cesta básica que podem ser levados pelas pessoas chamadas para imunização. A iniciativa tem o objetivo de arrecadar esses mantimentos e distribuir às famílias que tiveram sua renda afetada pela pandemia. A entrega da doação pode ser feita no mesmo local de vacinação.

Notícias Relacionadas

Santa Catarina dá início à colheita de cereais de inverno

O estado deve produzir 348 mil toneladas de trigo, o maior valor dos últimos dez anos

Vírus respiratórios ressurgem em crianças e acendem alerta

Alerta é do boletim Infogripe, da Fiocruz

É falso que novos radares da BR-101 de SC vão ser ativados em novembro; entenda

Mensagens nas redes sociais fizeram alerta incorreto sobre início da fiscalização no dia 2 do próximo mês

Prefeitura de São Ludgero funcionará normalmente na segunda-feira (1º)