Geral

Ação contra maus-tratos de animais ocorre em Criciúma

O trabalho foi realizado através da 2ª Delegacia de Polícia de Criciúma e contou com o apoio da Fundação do Meio Ambiente de Criciúma.

Divulgação

A Polícia Civil realizou uma ação com a finalidade de fiscalizar e responsabilizar autores de crimes de maus-tratos contra animais. Foi nesta quarta-feira (20), em Criciúma. O trabalho foi realizado através da 2ª Delegacia de Polícia de Criciúma e contou com o apoio da Fundação do Meio Ambiente de Criciúma (FAMCRI).

Os policiais civis receberam a informação de que havia pelo menos seis locais com cães abandonados, mal alimentados e/ou agredidos pelos seus proprietários. Segundo o Delegado de Polícia Ari José Soto Riva, em alguns desses locais foram constatados maus-tratos, sendo que os cães estavam presos em pequenos espaços, outros abandonados na rua e outros com lesões, guarnecendo imóveis em construção.

Os animais foram recolhidos pela FAMCRI e os suspeitos dos crimes foram identificados. Um inquérito policial foi instaurado e os suspeitos poderão responder pelo crime de maus-tratos contra animais, cuja pena pode chegar a 5 anos de reclusão.

Com informações do site Notisul

Notícias Relacionadas

Teoria, prática e emoção: alunos de Medicina Veterinária do Unibave auxiliam em partos de animais

Nos últimos dias, acadêmicos viveram a experiência de auxiliar na realização de partos de animais - uma cesárea e outro normal.

Confraternização de Beach Tennis arrecada mais de 500kg de ração para abrigo de animais

O montante arrecadado é suficiente para alimentar os 77 cães por um mês.

Secretaria de Saúde de Criciúma fará ação de conscientização contra o Aedes Aegypti

Ação ocorrerá neste sábado (15) nos bairros Próspera e Nossa Senhora da Salete

Cocal do Sul assina convênio com Unibave para castração de 30 animais de rua por mês

O objetivo é controlar o crescimento populacional de cães e gatos