Segurança

Adolescente confessa ter ateado fogo a carro no Centro de Zoonoses de Criciúma

Jovens foram apreendidos na tarde de terça-feira (5). Incêndio ocorreu no sábado (2).

Adolescente confessa ter ateado fogo a carro no Centro de Zoonoses de Criciúma

Foto: Gustavo Colle / Divulgação

A Polícia Militar apreendeu, na tarde desta terça-feira (5), dois adolescentes. Segundo a PM, um deles, de 17 anos, confessou ter ateado fogo no carro que foi empurrado contra o Centro de Zoonoses de Criciúma, no último sábado (2).

Às 18h, os dois jovens estavam na Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso – Dpcami. O outro segundo adolescente não chegou a confirmar envolvimento com o caso para a PM. A idade dele não foi divulgada pela polícia.

Caso

De acordo com a prefeitura, criminosos jogaram um coquetel molotov dentro do Palio por volta das 17h de sábado no bairro Renascer. Não houve feridos. Primeiramente, os criminosos jogaram uma pedra e quebraram a janela da guarita do local. Com isso, o alarme disparou. Depois, arremessaram um coquetel molotov dentro, mas o objeto não pegou fogo.

Em seguida, os criminosos pularam o portão do Centro de Zoonoses e foram até o prédio onde ficam laboratórios, conforme a prefeitura. Próximo a esse local, um carro . Os criminosos empurraram o veículo até que ele encostasse na parede do prédio e jogaram um coquetel molotov dentro do automóvel, que foi incendiado.

Com o disparo do alarme, a vigilância foi até o local e chamou os bombeiros, que controlaram o fogo antes que as chamas destruíssem o prédio. Segundo a prefeitura, o carro ficou totalmente destruído. A parede do prédio teve danos e um ar-condicionado ficou queimado.

Onda de ataques

Desde quinta-feira (1), mais de 45 ataques criminosos foram registrados em pelo menos 20 cidades de Santa Catarina, entre eles tiros a delegacias, bases da PM e órgãos estaduais e municipais e incêndios em veículos.

Outros casos foram registrados nesta terça-feira (5). Delegacias e casas de policiais foram alvo de criminosos em Palhoça e Joinville. Ainda em Joinville, a Polícia Militar matou um suspeito de executar um PM em Joinville.

Com informações do site G1 SC

Notícias Relacionadas

Após mais de 2 meses desaparecida, adolescente de 13 anos é resgatada de acampamento em mata de SC

Polícia Civil investiga suspeita de cárcere privado. Vizinho de 51 anos é procurado.

Ciclista morre após ser atropelado na SC-285, em Araranguá

Criminosos invadem residência e agridem casal de idosos, em Gravatal

Moradora é morta a facadas e R$ 5 mil são roubados, em Forquilhinha