Geral

Araranguá: Avanço no desenvolvimento econômico da cidade

Em 2021, o crescimento na economia de Araranguá foi 20% a mais que 2020. Atualmente, ocupa o 51º lugar no ranking de SC

Divulgação

Araranguá tem reagido positivamente dentro do movimento econômico. Em 2021, o crescimento foi de 20% comparado ao ano anterior, duramente afetado pela pandemia do coronavírus. A expectativa é fechar 2022 com uma porcentagem ainda maior. No Estado, o município ocupa o 51º lugar no ranking da economia. O setor responsável por potencializar nos próximos meses, deve ser o comércio local, segmento em que a cidade é considerada o principal polo regional do Extremo Sul Catarinense.

“Se formos analisar pela média estadual, a porcentagem do último ano teve um crescimento relativamente baixo. Mas em 2020, com a pandemia, a gente não teve crescimento algum. Para os parâmetros próprios de Araranguá, também analisando 2019 e 2018 que tiveram estagnação econômica, 20% é dado alto. Somos um polo regional de comércio e serviços”, explica Ailson Piva, coordenador do Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (Amesc).

Comércios

Os comércios que fomentam a economia de Araranguá abrangem a rede de alimentos, vestuários, varejos e maquinários. No entanto, por mais que seja um segmento bastante destacado, deve ficar atrás do setor de serviços daqui alguns anos. “A prestação de serviços, também conhecida como setor terciário, vem crescendo cada vez mais”, explicou Piva. Além disso, tem o aumento de construção de indústrias às margens da BR-101.

Antônio Augusto Becker de Sá é proprietário de uma loja de venda sazonal de roupas, que funciona apenas no inverno, no bairro Nova Divinéia. Em 2021, o percentual de lucro superou do ano anterior. “O ano passado alavancou as vendas da loja, atingimos quase 19% a mais que 2020”, afirmou o empresário.

Na educação, a cidade conta com cerca de 70 instituições de ensino, entre escolas públicas – municipais e estaduais – e privadas, englobando o nível infantil, ensino fundamental, ensino médio e graduação.

Conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referente a 2010, a taxa de escolarização das crianças de 6 a 14 anos no município é de 98,4%. O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) da rede pública, atualizados em 2019, é 5,9 (média nacional) nos anos inicias e 4,9 nos anos finais.

No ano passado, na rede pública, foram feitas 8.655 matrículas no ensino fundamental, tendo 530 professores, e 2.740 no ensino fundamental, com 227 docentes. No ranking de nível de aprendizagem da Amesc, Araranguá está em sétimo lugar.

Com informações do site TNsul

Notícias Relacionadas

São Ludgero realiza eventos para cidadãos conhecerem os serviços e benefícios sociais disponibilizados na cidade

Os eventos explanarão sobre os direitos sociais para pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica

Municípios da Amurel decidem ampliar as restrições para conter avanço da pandemia

Os prefeitos decidiram pelo fechamento do comércio de rua, shopping, bares e restaurantes nos sábados, domingos e feriados.

Prefeitura de Jacinto Machado realiza barreiras sanitárias nas entradas da cidade em combate ao coronavírus

A ação faz parte das medidas preventivas adotadas pela Administração Municipal para combater a proliferação do coronavírus.

Medidas restritivas serão adotadas para conter avanço de coronavírus em Jacinto Machado

Um novo decreto será publicado nesta sexta-feira, 17, com vigência a partir de segunda-feira, 20, obrigando o uso de máscaras e determinando restrições as atividades econômicas como medidas de enfrentamento da pandemia.