Esporte

Argel deixa o Tigre com 40% de aproveitamento

Passagem é a pior entre as três que o treinador teve pelo Tricolor Carvoeiro.

Foto: Lucas Colombo/DN

As severas mudanças prometidas pelo Superintendente Geral do Criciúma, Robson Izidro, vieram à tona durante a noite desta quarta-feira (9). Ao invés de dispensar alguns jogadores, como foi ventilado ainda em Campinas, após a quinta derrota consecutiva na Série B, a diretoria do clube resolveu demitir o técnico Argel Fucks.

Assim termina a terceira passagem do treinador pelo Tricolor Carvoeiro. Em nota publicada no site oficial, o Tigre informa que a decisão foi tomada em comum acordo com o profissional. A página do clube na internet chegou a ficar por alguns minutos fora do ar devido aos inúmeros acessos ao mesmo tempo. Uma entrevista coletiva foi marcada para quinta-feira (10), às 11 horas, onde maiores detalhes são apresentados.

O técnico havia dado um prazo até a partida contra o Juventude para permanecer no cargo, mas os dirigentes abreviaram a passagem do comandante. “Para mim, foi uma surpresa a saída do Argel. Na coletiva de terça do Robson (Izidro, superintendente do clube), uma das primeiras palavras dele foi de que o técnico ficaria. O Argel tem um passado glorioso no clube, mas a situação dele ficou complicada após as cinco derrotas. Eu acredito que o técnico não conseguiria nem vencer o Juventude, devido ao péssimo momento”, pontuou o comentarista da rádio Eldorado, Reginaldo Corrêa.

Em rota de colisão com os atletas

Contratado em 22 de fevereiro, Argel não conseguiu dar um padrão de jogo para o Tricolor Carvoeiro. As constantes mudanças de esquema davam sinais de que o treinador não conseguia desenvolver o trabalho. Variações entre o 4-2-3-1, 4-1-4-1 e 4-4-2 foram constantes durante os dois meses e 17 dias que permaneceu no comando do Tigre.

Nas últimas semanas, o treinador aumentou o tom contra o nível dos jogadores e se mostrava em rota de colisão com o grupo de jogadores. “Não consigo entender essa intranquilidade do time, com jogadores experientes e que já jogaram a Série A e são rodados. A gente pede para ser simples, é simplicidade. A gente experimenta, mas a cada partida é um atleta falha. Temos experimentado. Sabemos que falta qualidade na nossa equipe”, disse, ainda após o jogo diante do Guarani.

As possíveis dispensas de jogadores estão adiadas. A diretoria do Criciúma aguardará um novo técnico que fará a análise do grupo de jogadores e tomará alguma decisão sobre quem fica e quem sai do clube.

Campanha vexatória na Série B

O gaúcho de 43 anos foi contratado pelo presidente Jaime Dal Farra após a saída de Lisca, em fevereiro. No Catarinense, o comandante foi bem, afastou Criciúma da zona de rebaixamento e terminou o torneio em quarto lugar, após uma recuperação que começou com uma vitória diante do Avaí, na Ressacada. Nesse período, embalou quatro vitórias consecutivas.

No entanto, na Série B, o desempenho foi bem diferente, com cinco derrotas seguidas e a pior defesa entre as 20 equipes do campeonato com dez gols sofridos em cinco partidas. O treinador deixa o comando com 40,48% de aproveitamento, sendo cinco vitórias, dois empates e sete derrotas.

As passagens de Argel Fucks no Tigre

2018

Catarinense/Série B

14 jogos

5 vitórias

2 empates

7 derrotas

40.48% de aproveitamento

2013

Série A

15 jogos

6 vitórias

4 empates

5 derrotas

48.89% de aproveitamento

2010

Série C/Copa Santa Catarina

26 jogos

11 vitórias

8 empates

7 derrotas

52.1% de aproveitamento

Com informações do Portal DN Sul

Notícias Relacionadas

Aluna Satc é campeã brasileira de Xadrez Blitz

Associação Atlética de Orleans precisa de apoio para fazer ainda mais história no futebol orleanense

Município e Criciúma Esporte Clube assinam convênio que beneficia jovens da cidade

Assinatura ocorrerá nesta quinta-feira (16), às 14h, na Sala de Atos do Paço Municipal Marcos Rovaris

Chape encara Náutico nos Aflitos para encostar na liderança da Série B

No outro jogo da noite, Confiança e Guarani querem se afastar do Z4