Segurança

Campanha Sinal Vermelho completa 3 anos em 2023

Foto: Divulgação/PMSC

Ao desenhar um “X” na palma da mão e exibí-lo em algum local público, a vítima poderá receber o auxílio orientado e a polícia será acionada.

Todas as vítimas podem contar com a Polícia Militar através do número 190 ou do “botão do pânico”, para aquelas que participam da Rede Catarina. Quando por algum motivo não conseguem acionar a policia, a mulher tem outra opção rápida e silenciosa de pedir socorro: fazer um X na palma da mão.

Quer receber as principais notícias da região? Clique aqui e entre no nosso grupo de WhatsApp e fique atualizado de forma rápida e confiável 

Elas não estão sozinhas

O sinal vermelho já é reconhecido no Brasil como um pedido de socorro. Você pode pedir ajuda contra a violência doméstica em:

  • Farmácias
  • Cartórios eleitorais, registrais e notariais
  • Estabelecimentos comerciais privados
  • Repartições públicas
  • Agências do Bancárias

Notícias Relacionadas

Governo sanciona Lei que autoriza farmácias e drogarias a receberem denúncias de violência doméstica contra a mulher

Ao receberem a denúncia, os atendentes devem comunicar imediatamente às autoridades competentes

ONU pede proteção a mulheres e crianças vítimas de violência doméstica

Para secretário, confinamento imposto por Covid-19 aumenta violência

Prevenção ao suicídio e violência contra a mulher em debate na Câmara de Orleans

Agosto Lilás: Criciúma passa a contar com Lei que monitora violências contra as mulheres

Denominado “Mapa do Enfrentamento às Violências contra a Mulher”, a Lei Ordinária nº 7.931/2021 foi promulgada no último dia 2.