Geral

Casal será indenizado por excessos durante abordagem policial no carnaval de Laguna

A situação teria se iniciado quando a autoridade policial solicitou que desligassem o som do carro, o que foi feito pelo autor

Divulgação

A juíza Bruna Canella Becker, titular da 2ª Vara da comarca de Orleans, condenou o Estado de Santa Catarina a indenizar, por danos morais e materiais, um casal que foi agredido durante uma abordagem policial com excesso e desproporção. O homem foi atingido por diversos golpes de cassetete e a mulher, atingida no rosto, teve fratura em seu nariz.

Segundo os autores, os fatos aconteceram no carnaval de 2019, quando estavam na cidade de Laguna. A situação teria se iniciado quando a autoridade policial solicitou que desligassem o som do carro, o que foi feito pelo autor. Porém, mesmo ao demonstrar compreensão com a situação, a reação por parte dos policiais foi agressiva, inicialmente com ofensas e posteriormente com agressões físicas. Os policiais ainda multaram e apreenderam o veículo em que eles estavam, por conta de uma lâmpada de farol queimado, o que os fez voltar para a cidade de origem, a mais de 70 km de distância, de táxi.

“Ocorre que o cenário probatório delineado nos autos, mormente o teor e coerência de cada um dos depoimentos, a seguir especificados, faz prevalecer a versão dos requerentes e permite concluir que houve, sim, excesso na ação policial, não havendo justificativa plausível para as agressões que culminaram lesões aos requerentes (…), o que caracteriza a ilicitude da conduta dos agentes estatais”, pontuou a magistrada.

O Estado foi condenado a indenizar o casal em R$ 10 mil em danos morais e R$ 375,00 em danos materiais. Cabe recurso da decisão ao TJSC (Autos 5001973- 26.2020.8.24.0044)

Notícias Relacionadas

Vizinho e mulher são presos por estuprar menina de 7 anos em SC

Polícia Civil diz que exame realizado na criança confirma violência sexual; homem de 53 anos é vizinho da vítima

SC investiga dois casos suspeitos de varíola dos macacos; veja o que se sabe

Investigação é realizada pelo Lacen (Laboratório Central de Santa Catarina); até o momento, são 37 casos registrados no país

Briga entre policiais em saída de balada termina em agressão e tentativa de calar vítima em SC

Um dia após as agressões, policial militar teria tentado "calar" vítima oferendo R$ 20 mil para evitar exame de corpo de delito, afirma homem em depoimento

Estrela de constelação Orion ganha nome de Jesse e Shurastey: ‘Presente inimaginável’

Inscrição foi feita na noite de quarta-feira e é aberta ao público. Página da estrela acumula comentários de seguidores e fãs do influenciador.