Geral

Cliente vítima de golpe praticado por gerente do seu próprio banco será indenizada

A 2ª Vara Cível da comarca de Laguna condenou instituição financeira a indenizar uma cliente que foi vítima de estelionato praticado pela própria gerente de sua agência bancária.

Divulgação

A 2ª Vara Cível da comarca de Laguna condenou instituição financeira a indenizar uma cliente que foi vítima de estelionato praticado pela própria gerente de sua agência bancária.

Segundo os autos, em 2014, a mulher teria sido induzida pela gerente a investir R$ 100 mil em um plano mais rentável do que o comum e disponível apenas para funcionários do banco, mas que poderia ser estendido a ela.

A correntista realizou o pagamento através da entrega de dois cheques de R$ 50 mil e, em contrapartida, recebeu duas cártulas de titularidade da gerente como garantia do negócio.

No entanto, o dinheiro debitado da conta bancária não foi aplicado, mas sim objeto de apropriação pela gerente. Os cheques garantia retornaram por insuficiência de fundos e, posteriormente, descobriu-se que se tratava de fraude.

“Não há dúvidas, portanto, acerca da falha na prestação do serviço bancário por parte da ré, na medida em que permitiu que sua preposta utilizasse seu nome e espaço físico para impingir fraude e prejuízo a consumidor que com ela mantinha relação”, pontuou a decisão do juiz Pablo Vinícius Araldi.

A instituição financeira foi condenada a indenizar a cliente em R$ 100 mil por danos materiais e R$ 15 mil em danos morais, ambos acrescidos de juros a contar do evento danoso e correção monetária. Cabe recurso da decisão ao TJSC (Autos nº 0301243-15.2015.8.24.0040).​

Notícias Relacionadas

Justiça confirma dano moral e estético à vítima de erro médico no sul do Estado

A vítima receberá um total de R$ 11,1 mil, acrescidos de juros e correção monetária.

Reunião discute medidas para reduzir filas nas agências bancárias, em Içara

Filha de vítima de latrocínio será indenizada em R$ 300 mil pelo autor do crime em Santa Rosa do Sul

O crime ocorreu em março de 2013, na cidade de Santa Rosa do Sul, e o acusado foi condenado a 20 anos de reclusão em regime fechado.

Corpo de Bombeiros Militar encontra vítima que estava desaparecida desde o Ciclone em SC

Agora são 10 óbitos contabilizados pelo CBMSC por conta do ciclone.