Geral

Comarca de Içara vai ganhar nova Vara até o final deste primeiro semestre

A boa-nova foi confirmada em primeira mão hoje pela administração do TJSC a uma comitiva do sul do Estado

Divulgação

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) quer implantar, até o final do primeiro semestre deste ano, a 3ª Vara da comarca de Içara, que atende o município sede e o Balneário Rincão, no Sul do Estado. A decisão leva em conta os dados apurados em recente levantamento jurimétrico – que mostra o montante de processos em tramitação em cada uma das 111 comarcas do Estado – pela Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ). Dentre as comarcas de entrância final, Içara é a que apresenta o maior volume de entrada de processos. Ao todo, são quase 30 mil processos em andamento nas duas unidades da comarca.

A boa-nova foi confirmada em primeira mão hoje pela administração do TJSC a uma comitiva do sul do Estado, formada por deputados estaduais, prefeitos e representantes do Ministério Público e seccional local da Ordem dos Advogados do Brasil, em reunião coordenada pelo 1º vice-presidente da Corte, desembargador Altamiro de Oliveira. O encontro contou, ainda, com a presença da corregedora-geral da Justiça, desembargadora Denise Volpato; do juiz auxiliar da Presidência, Rafael Sandi; e do juiz-corregedor Rafael Steffen da Luz Fontes. “Estamos atentos e preocupados, de modo que vamos trabalhar para resolver a situação de Içara e região”, frisou o desembargador Altamiro de Oliveira.

A Corregedoria-geral da Justiça foi enfática ao reconhecer a necessidade de criação de uma nova Vara em Içara. “A prestação jurisdicional nesta comarca está comprometida pelo volume e, por isso, merece, sem dúvida nenhuma, a criação de uma terceira unidade”, ressaltou a desembargadora Denise Volpato. “No processo administrativo de correição virtual já se detectou que a solução seria criação de uma terceira unidade. O nível de congestionamento de Içara é muito elevado”, pontuou o juiz-corregedor Rafael Fontes. A nova Vara deverá receber os processos criminais.

O juiz Rafael Sandi explicou que, após receber o parecer da CGJ sobre o tema (o que deve ocorrer já esta semana, a Presidência também se manifestará e, ato contínuo, encaminhará para a Comissão Permanente de Divisão e Organização Judiciárias. Logo após, a matéria será submetida ao Órgão Especial para deliberação final. “Creio que em 60 dias todo esse processo deverá ser concluído”, destacou Sandi.

Notícias Relacionadas

Homem é preso suspeito de tráfico de drogas em SC

A prisão do homem ocorreu na noite de sábado dia, 21, durante uma operação conjunta da Polícia Civil e Militar

Cinco suspeitos de tráfico de drogas são presos em SC

Prisões ocorreram por meio da "Operação Tarrafa" da Polícia Civil

SC monitora varíola do macaco após 90 casos confirmados em ao menos 12 países

Até o momento, não há registros de casos de varíola dos macacos no Brasil; vírus é semelhante ao da varíola humana, inclusive nos sintomas

Dívida de R$ 2 mil motivou tiros contra sargento da PM em SC

Policial Militar foi vítima de uma tentativa de homicídio na madrugada do último sábado (21); quatro suspeitos foram presos