Saúde

Coronavírus em SC: Primeiro hospital de campanha do Estado será montado em Itajaí

Divulgação

O governador Carlos Moisés anunciou nesta quarta-feira, 8, que o primeiro hospital de campanha para atender pacientes com Covid-19 em Santa Catarina será montado em Itajaí, no pavilhão da Marejada. O local contará com 100 leitos de UTI para atender preferencialmente a região da Foz do Rio Itajaí. Um chamamento público foi lançado pela Defesa Civil para a cotação de preços. O resultado deve sair no fim da quinta-feira, 9. A expectativa é que a unidade esteja pronta em até um mês.

Os recursos para a montagem do hospital serão próprios do Governo do Estado. Segundo o governador, a intenção é que outros hospitais de campanha sejam montados nas diferentes regiões catarinenses, conforme a necessidade.

“Esse é um formato que está sendo recomendado porque nós conseguimos levar os leitos de UTI onde há demanda. Todos os equipamentos a serem adquiridos ficarão como patrimônio do Estado para uso posterior”, explicou Carlos Moisés.

A previsão é que o hospital funcione por seis meses, com um custo total de aproximadamente R$ 76 milhões. O chefe da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Júnior, explica que o acompanhamento do novo coronavírus pelo Estado começou ainda em dezembro de 2019.

Em relação aos hospitais de campanha, Cordeiro conta que o Estado está em busca de financiamento com o BNDES para erguer novos hospitais deste tipo, em um movimento que conta com a aprovação da União.

“O Governo Federal tem sinalizado com a alocação de recursos para a contratação de hospitais de campanha. Por isso, o Governo do Estado lançará um pregão para registro de preços. Dessa maneira, vamos estar preparados se eles precisem ser implementados”, diz o chefe da Defesa Civil.

Mais leitos de UTI disponíveis

Durante coletiva de imprensa, o governador Carlos Moisés também informou que, desde o início da pandemia, 220 novos leitos de UTI já estão disponíveis na rede SUS em Santa Catarina., além dos 801 já existentes. O planejamento é que se chegue a pouco mais de 1.500 leitos intensivos na rede hospitalar pública. Além disso, poderão ser disponibilizadas mais mil leitos desse tipo em hospitais de campanha, chegando a um total de cerca de 2.500.

“Nós temos um planejamento de curto, médio e longo prazo. A implementação de novos leitos é um desafio, que o Governo do Estado está preparado para assumir. Mas vale ressaltar também que todas as ações do Estado dependem da colaboração da população. Por isso, sempre reforçamos a necessidade do distanciamento social. Pedimos que fiquem em casa todos aqueles que podem”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Helton Zeferino.

Com informações do site do Governo do Estado de Santa Catarina

Notícias Relacionadas

Prefeito de Nova Veneza assina decreto de formação da Comissão de Acompanhamento, Controle, Prevenção e Monitoramento ao Coronavírus

Nova Veneza não tem casos confirmados da doença, apenas pessoas em isolamento domiciliar que já foram acompanhados, mas devem permanecer em quarentena pois chegaram de viagem.

Em Laguna, governador autoriza emissário terrestre para a praia do Mar Grosso e libera recursos para hospital

A projeção da Casan é que o empreendimento fique pronto em janeiro de 2020. O emissário é uma rede de 2.718 metros de extensão e diâmetro de 315 milímetros, com tubos de polietileno.

Coronavírus em SC: Santa Catarina salta 16 posições e está entre os estados com menor incidência da doença no país

As estratégias de isolamento social e combate ao coronavírus levaram Santa Catarina a avançar para posição de destaque nacional no enfrentamento à pandemia.

Santa Catarina registra dois novos casos de coronavírus e divulga plano de contingência para enfrentar a doença