Geral

Em Laguna, governador autoriza emissário terrestre para a praia do Mar Grosso e libera recursos para hospital

A projeção da Casan é que o empreendimento fique pronto em janeiro de 2020. O emissário é uma rede de 2.718 metros de extensão e diâmetro de 315 milímetros, com tubos de polietileno.

Foto: Julio Cavalheiro / Secom

O governador Carlos Moisés e a presidente da Casan, Roberta Maas dos Anjos, assinaram a ordem de serviço para a implantação de um emissário terrestre de esgotamento sanitário para a praia do Mar Grosso, em Laguna. O investimento é de aproximadamente R$ 1,89 milhão, com recursos da Caixa Econômica Federal e contrapartida da Casan. O ato ocorreu na tarde desta quinta-feira (19), após o governador assinar o convênio que transfere a gestão do Terminal Pesqueiro Público de Laguna ao Estado.

A projeção da Casan é que o empreendimento fique pronto em janeiro de 2020. O emissário é uma rede de 2.718 metros de extensão e diâmetro de 315 milímetros, com tubos de polietileno. “É uma ordem de serviço muito importante para a Casan, porque vai permitir a ligação da rede de esgoto que atende os imóveis da praia do Mar Grosso à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Vila Vitória”, explica a presidente da Casan.

O novo emissário terrestre vai substituir o atual, que é submarino. Com isso, não haverá mais o risco de obstruções como a registrada no fim de 2018 devido a uma ressaca. O emissário atual será desobstruído e mantido como reserva.

Repasse para o hospital de Laguna

O último ato da tarde em Laguna foi a liberação de R$ 351 mil para o Hospital de Caridade Bom Senhor Jesus dos Passos. O chefe da Casa Civil, Douglas Borba, lembrou que os recursos serão usados no custeio das atividade da entidade. “Sabemos das dificuldades pelas quais passa o hospital, por isso estamos aportanto esse recurso ainda para o exercício de 2019, com a possibilidade de aumentar os repasses a partir do ano que vem como resultado da nova política hospitalar de Santa Catarina”, frisa Borba.

Também acompanharam os atos os secretários Lucas Esmeraldino (Desenvolvimento Econômico Sustentável), Diego Goulart (Articulação Nacional), o diretor-presidente da SCPar Porto de São Francisco do Sul, João Batista Furtado, além do prefeito de Laguna, Mauro Candemil, o superintendente da Agência Nacional de Transporte Aquaviário (Antaq), Mário Povia, deputados e lideranças do município.

Notícias Relacionadas

Estado garantirá tratamento anual de R$ 2,7 milhões a criança de Laguna com AME, decide TJ

De acordo com os autos, a perícia médica comprovou que a criança, natural de Laguna, precisa do remédio e que inexiste, na rede pública de saúde, tratamento para a doença.

Quatro adolescentes criam startup para fiscalizar os poderes de Criciúma

O objetivo dos jovens é reunir informações dos poderes Legislativo e Executivo do município de Criciúma em uma plataforma mais acessível.

Idoso capota carro sobre a Ponte Anita Garibaldi, em Laguna

Motorista de aproximadamente 80 anos estava sozinho quando perdeu o controle do veículo com placas de Braço do Norte.

Estado libera recursos para pavimentação da última etapa de acesso à Barragem do Rio São Bento, em Siderópolis

Para o prefeito Cesa, foram muitos anos de espera por essas duas obras no município.