Geral

Criciúma: Motoristas de ônibus protestam pela volta das atividades

Manifestação aconteceu na Avenida Centenário, na manhã dessa quinta-feira.

Divulgação

Os motoristas e funcionários do transporte coletivo realizaram um protesto clamando pelo retorno das atividades na manhã dessa quinta-feira, dia 14. O ato ocorreu na Avenida Centenário, em frente a Rodoviária de Criciúma. Os manifestantes permaneceram no local das 7h às 9h. Em seguida, bloquearam a via por aproximadamente 15 minutos e marcharam para o Terminal Central, onde finalizaram o ato.

Com faixas, cartazes e um carro de som, cerca de 200 pessoas se reuniram para transmitir mensagens direcionadas ao governador Carlos Moisés, que no dia 18 de março decretou a paralisação do serviço. São quase dois meses sem trabalhos.

“Nosso plano é o emprego. Queremos apenas defender os empregos. A partir do próximo dia 5, os contratos de dois meses começam a se encerrar. Não queremos que todos sejam demitidos”, declara Clésio Fernandes, o Buba, presidente do Sindicato dos Motoristas.

Ele informou que da frota interestadual, quase 90% dos trabalhadores já perderam o emprego. “Queremos sensibilizar o governador, porque esse decreto não atinge só a categoria dos motoristas. Todos que dependem de ônibus são afetados com isso. Não são todos que tem condições de pagar um Uber”, afirma.

Das categorias essenciais, atualmente o transporte coletivo é a única totalmente paralisada em Santa Catarina. Os manifestantes esperam que até a próxima segunda-feira, 18, as atividades sejam retomadas. Por enquanto, meios de transporte privados continuam sendo uma alternativa que as empresas encontraram para oferecer aos empregados.

“Esses ônibus velhos, Topics velhas que estão rodando por aí, ninguém está fiscalizando. Eles só fiscalizam quem quer trabalhar honestamente. Estão sendo carregados pelas nossas costas. Nós sem receber, e eles ganhando dinheiro”, enfatiza.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Atendimento aos estudantes com atividades não presenciais alcança 97% da rede estadual de ensino

O relatório da Diretoria de Ensino da SED indica que 522.325, dos 537.584 alunos matriculados na rede, estão acessando as atividades remotas de forma virtual ou com os materiais impressos.

Secretaria da Educação disponibiliza acesso à ferramenta de atividades não presenciais para alunos e professores

As contas educacionais já foram geradas e organizadas para o acesso de forma rápida.

Passageiro de ônibus que foi convidado a seguir a pé até seu destino será indenizado em Imaruí

O homem será indenizado em R$ 8 mil em danos morais

MEC permite incluir atividades a distância no calendário do ano letivo

Diretrizes definidas pelo CNE para todas as etapas de ensino