Saúde

Criciúma não terá mais atendimento da Farmácia Popular do Brasil

Decisão foi proferida pela Comissão Intergestores Tripartite - CIT, do Ministério da Saúde, no dia 30 de março de 2017.

Criciúma não terá mais atendimento da Farmácia Popular do Brasil

Foto: Divulgação

Com o fim do repasse de manutenção e operacionalização, a unidade do Programa Farmácia Popular em Criciúma, instalada na Rua Henrique Lage, no Centro, terá sua atividade encerrada na próxima sexta-feira (30).

Um ofício enviado para a Secretaria Municipal de Saúde no dia 14 de junho, pelo Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos – DAF do Ministério da Saúde, decretou o encerramento das atividades. A meta do Governo Federal é encerrar o serviço em todo o Brasil até o mês de agosto.

Segundo a coordenadora da Assistência Farmacêutica da Secretaria de Saúde, Larissa de Oliveira, os recursos que o Ministério da Saúde enviava para manutenção do local passará a incrementar as farmácias da rede municipal.

“Todos os medicamentos que estão hoje na Farmácia Popular serão distribuídos entre as Unidades de Saúde de Criciúma. A verba que era destinada para este atendimento será repassada para o melhoramento do abastecimento nas farmácias dos postos. Vamos destinar de forma mais adequada para ações que são prioridades no município”, comenta.

As pessoas que utilizam o programa “Aqui tem Farmácia Popular” continuarão sendo atendidas em todas as farmácias de Criciúma que possuem o selo.

Colaboração: Milena dos Santos / Comunicação Prefeitura de Criciúma

Notícias Relacionadas

Unidades da Farmácia Popular fecham em agosto em SC

Farmácias populares serão fechadas pelo governo

Pacientes agora vão ter que recorrer às farmácias conveniadas, que não dispõem de todos os medicamentos oferecidos pelo programa popular .

Criciúma: mais três óbitos por Covid-19

As vítimas são duas mulheres, de 64 e 66 anos, e um homem com 74 anos.

Caixa detalha calendário de pagamentos do auxílio emergencial extensão

Beneficiários começam a receber parcelas de R$ 300 a partir do dia 30.