Geral

Criciúma sedia curso da Academia Judicial para formação em mediação familiar

O curso é destinado aos servidores locais e da vizinha unidade de Forquilhinha, funcionários das universidades UNESC e ESUCRI, instituições que futuramente abrigarão centros judiciários de solução de conflitos e cidadania (Cejuscs).

Fotos: TJSC

A Academia Judicial iniciou na manhã desta terça-feira (27), na sede da comarca de Criciúma, o Curso de Formação de Base em Mediação Familiar, destinado aos servidores locais e da vizinha unidade de Forquilhinha, acrescidos de funcionários das universidades UNESC e ESUCRI, instituições que futuramente abrigarão centros judiciários de solução de conflitos e cidadania (Cejuscs).

O curso, ministrado pelos instrutores Simone Bavaresco Zarzeka e Gustavo Meneghetti, respectivamente servidores das comarcas de São Lourenço do Oeste e Seara, se estenderá até a próxima quinta-feira (29).

Os Cejusc a serem implantados na comarca de Criciúma serão coordenados pela juíza Eliza Maria Strapazzon, atual diretora do Foro, que aliás também participa do curso como aluna.

  • article
  • article (1)
  • article (2)

Colaboração: TJSC

Notícias Relacionadas

Justiça determina que SPDM pague salários atrasados dos funcionários do Hospital de Araranguá

Depósito precisa ser feito até terça, sob pena de multa de R$ 500 mil. Determinação é do Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região.

Ex-prefeito de Morro Grande tem bens bloqueados pela Justiça

Decisão liminar também determinou a indisponibilidade de todos os terrenos do Loteamento Colibri, construído à custa de ilegalidades, segundo o MP.

Loja terá que indenizar idoso que dormiu no chão por cama não entregue em Cocal do Sul

A loja não negou os fatos relatados pelo consumidor no processo judicial.

Tribunal de Justiça autoriza a gestão de água e esgoto pelo Município de Morro da Fumaça

O Governo Municipal conseguiu a confirmar a decisão liminar dada em primeiro grau para fazer a gestão própria de água e esgoto.