Segurança

Criminosos anunciam falso sequestro para conseguir dinheiro de vítima de Jaguaruna

O homem foi vítima de extorsão após os criminosos terem anunciado o falso sequestro de seu filho.

Divulgação

Um homem de 57 anos estava desesperado e foi atendido pelos policias militares de Tubarão na manhã desta terça-feira (14) em Tubarão. O homem gritava dizendo que seu filho tinha sido sequestrado.

A vítima informou que os sequestradores entraram em contato por telefone e disseram que estavam com o seu filho. Os criminosos ainda falaram que se o homem não depositasse o valor de R$ 82 mil em uma conta bancária seu filho seria assassinado.

O homem então saiu da cidade de Jaguaruna até Tubarão no intuito de conseguir o dinheiro. Os policiais conversaram com a vítima e conseguiram o número do telefone do seu filho. Os policiais conseguiram falar com o filho da vítima e ele confirmou que estava trabalhando normalmente e nada de errado havia acontecido. A vítima foi acalmada e conversou com o filho.

O homem estava sofrendo um golpe de extorsão. O número do celular dos criminosos não foi identificado. A vítima tentou conversar com os falsos sequestradores, mas nenhuma ligação foi atendida.

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

PRF apreende mais de seis quilos de cocaína após motorista fugir da fiscalização na BR-101, em Jaguaruna

A droga estava em um GM/Onix com placas de Criciúma, que não obedeceu a ordem de parada e fugiu em alta velocidade.

Bombeiros comemoram três anos sem mortes por afogamento durante Operação Veraneio

Em contrapartida, casos de queimaduras com águas-vivas passaram dos 15 mil nas praias de Garopaba, Imbituba, Jaguaruna e Laguna durante toda a Operação Veraneio.

Assaltantes de entregadores de lanches são presos em Orleans

Criminosos ligavam para o estabelecimento, realizavam o pedido e na hora da entrega levavam o dinheiro, o lanche e, até as motocicletas.