Geral

Educação recebe mais 22 ônibus para renovação do transporte escolar de Santa Catarina

Os veículos somam investimento de R$ 4,2 milhões e têm como origem uma emenda coletiva do Fórum Parlamentar Catarinense, que inclui os deputados federais e senadores eleitos por Santa Catarina.

Divulgação/Secom

O governador Carlos Moisés e o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, participaram da entrega nesta sexta-feira, 14, em Florianópolis, de mais 22 ônibus novos para o transporte escolar. Os veículos somam investimento de R$ 4,2 milhões e têm como origem uma emenda coletiva do Fórum Parlamentar Catarinense, que inclui os deputados federais e senadores eleitos por Santa Catarina.

“Essa entrega dos novos ônibus do transporte escolar é a prova de que podemos unir esforços para melhorar e investir ainda mais em Santa Catarina. Isso é trabalho dos municípios, do Governo do Estado, dos deputados e do Governo Federal, que encaminha os valores a partir de emendas parlamentares. O resultado dessa união é a segurança dos nossos alunos e uma educação de qualidade”, destacou o governador Carlos Moisés.

No total, serão 22 municípios beneficiados: Antônio Carlos, Araquari, Balneário Barra do Sul, Canoinhas, Chapecó, Cordilheira Alta, Coronel Freitas, Grão Pará, Guaramirim, Guatambu, Itapoá, Lontras, Luiz Alves, Pinhalzinho, Pouso Redondo, Rancho Queimado, São Carlos, São João do Itaperiú, Siderópolis, Treviso, Treze de Maio e Turvo.

Desde o início de 2019, o Governo do Estado renovou 72% da frota do transporte escolar, com 145 ônibus entregues no ano passado e 15 na última segunda-feira. A expectativa é que a frota seja totalmente renovada até o fim do ano, com 366 veículos adquiridos em dois anos.

“É um feito que entra para a história como o Governo que renovará mais de 100% da frota em um curto espaço de tempo. É algo que precisa ser celebrado, até porque temos a responsabilidade de bem cuidar dos nossos meninos e meninas, trazendo-os com segurança às escolas. Essa ação, com o apoio dos parlamentares, nos ajuda a cumprirmos com qualidade esse desafio”, ressaltou o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni.

Expectativa de entrega de 221 ônibus novos em 2020

A entrega desta sexta-feira faz parte do primeiro lote de veículos, com participação dos parlamentares Coronel Armando, Dalírio Beber, Hélio Costa, João Rodrigues, Jorge Boeira, Marco Tebaldi, Paulo Bauer, Peninha e Valdir Colatto. O segundo lote previsto na emenda inclui mais 71 ônibus novos para o transporte escolar, no valor de R$ 15,1 milhões, mas ainda sem previsão de entrega.

“Nós somos passageiros em representar o estado e o país, mas as nossas ações são definitivas. Teremos 100% de ônibus trocados por novos e, certamente, isso levará segurança para os alunos. Esperamos que eles usem os novos veículos para ir às escolas o mais rápido possível e que essa pandemia possa logo passar”, frisou o deputado Daniel Freitas, coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense.

A expectativa da Secretaria de Estado da Educação (SED) é que sejam entregues 221 ônibus novos neste ano para o transporte escolar em Santa Catarina, sendo 113 adquiridos pela SED, 93 pela emenda coletiva do Fórum Parlamentar Catarinense e 15 pela emenda individual da deputada Carmen Zanotto, que fez a entrega na segunda-feira. O investimento total previsto é de R$ 48,9 milhões e inclui recursos do orçamento federal e estadual.

No ano passado, o Governo do Estado entregou 145 ônibus escolares adaptados, sendo 116 veículos adquiridos com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e 29 com recursos próprios do Estado. Os investimentos foram de R$ 27,5 milhões, com mais de 100 municípios contemplados.

Divulgação/Secom

Ônibus seguem o padrão do Programa Caminho da Escola

Os veículos entregues nesta sexta-feira respeitam o padrão do Programa Caminho da Escola, aprovado pelo MEC e pelo Inmetro como o melhor modelo para o transporte dos estudantes do ensino básico. Os micro-ônibus entregues nesta sexta-feira têm 29 lugares e custo de R$ 193,6 mil por unidade, beneficiando cerca de 80 mil estudantes da rede pública de ensino nas 22 cidades contempladas.

Conforme o programa, realizado no âmbito do FNDE, a renovação da frota de ônibus escolares visa garantir segurança, qualidade no transporte de estudantes e ampliar o acesso e a permanência deles na educação básica, combatendo a evasão escolar com ênfase em áreas rurais e de difícil acesso.

Em Santa Catarina, o sistema de transporte escolar é feito em parceria da SED com a Federação Catarinense de Municípios (Fecam) e a União dos Dirigentes Municipais de Educação de Santa Catarina (Undime/SC), incluindo os alunos das redes estadual e municipal de ensino. A gestão é feita pelos municípios e o Estado faz repasses mensais para o custeio do transporte dos alunos e a manutenção dos ônibus. Com a suspensão das aulas presenciais, o serviço também está interrompido temporariamente.

22 municípios serão beneficiados com um ônibus cada:

Paulo Bauer – Araquari
Hélio Costa – Antonio Carlos
Marco Tebaldi – Balneário Barra do Sul
Valdir Colatto – São Carlos
Marco Tebaldi – Canoinhas
Valdir Colatto – Chapecó
João Rodrigues – Cordilheira Alta
Valdir Colatto – Coronel Freitas
Jorge Boeira – Grão Pará
Dalírio Beber – Guaramirim
João Rodrigues – Guatambu
Paulo Bauer – Itapoá
Peninha – Lontras
Dalírio Beber – Luiz Alves
João Rodrigues – Pinhalzinho
Coronel Armando – Pouso Redondo
Paulo Bauer – Rancho Queimado
Dalírio Beber – São João do Itaperiú
Marco Tebaldi – Siderópolis
Marco Tebaldi – Treviso
Jorge Boeira – Turvo
Jorge Boeira – Treze de Maio

Notícias Relacionadas

Coronavírus em SC: Santa Catarina salta 16 posições e está entre os estados com menor incidência da doença no país

As estratégias de isolamento social e combate ao coronavírus levaram Santa Catarina a avançar para posição de destaque nacional no enfrentamento à pandemia.

Santa Catarina registra dois novos casos de coronavírus e divulga plano de contingência para enfrentar a doença

Produtor do melhor mel do mundo, Santa Catarina prevê safra acima da média em 2020

Santa Catarina tem uma série de fatores que, naturalmente, favorecem o cultivo de um mel diversificado e até mais puro.

Educação monta força-tarefa para garantir que alunos de comunidades distantes recebam atividades impressas

O mesmo esforço para entregar as atividades impressas para alunos sem acesso à internet está sendo feito por vários gestores escolares e professores da rede estadual.