Educação

Então é Natal…

A colunista e professora Ana Maria Dalsasso faz uma reflexão sobre o real significado do Natal e como o momento é dominado pelo consumismo.

Foto: Divulgação

Dezembro comemora-se o aniversário mais importante da humanidade. É tempo de refletir sobre um ser maravilhoso que veio ao mundo para nos deixar as maiores lições de vida, mostrando que é preciso viver a humildade, a caridade, o amor, o respeito, a solidariedade, a união da família.

É tempo de celebrar a ternura do passado, o valor do presente e a esperança do futuro, com o mais sincero desejo de ser e fazer o próximo feliz, fazendo um “balanço” interior para jogar longe tudo que representa impedimento de paz, de amor, de fraternidade. É tempo de renascimento, de perdão…

Cristo nasceu pobre e humilhado para mostrar ao mundo que a vida é muito mais que ostentação.

Há quem questione: “É possível ter um natal feliz diante de tantas dificuldades que o mundo atravessa?” Se pensarmos a celebração do Natal apenas pelo viés do consumismo, não atingiremos o objetivo do evento.

Muitas pessoas mergulham na onda do consumo atendendo apelos midiáticos e esquecem-se que a essência do Natal está em outra dimensão, não a encontramos em loja alguma, não há dinheiro capaz de comprá-la, pois reside dentro de cada um de nós. É a ocasião em que todos devem se deixar envolver pelo espírito de fraternidade.

É tempo de amar e ser amado, tempo de agradecer o milagre da vida e o dom de ser e ter família

Cristo nasceu pobre e humilhado para mostrar ao mundo que a vida é muito mais que ostentação. A vida deve ser feita de amor, de doação, enxergar o outro além das aparências. Festejar o natal não significa vestir roupas novas, comprar ricos brinquedos, desfilar carros novos, consumir excesso de guloseimas…

Foto: Divulgação

É tempo de amar e ser amado, tempo de agradecer o milagre da vida e o dom de ser e ter família; é tempo de ser mais solidário e fazer algo por quem tem menos que nós; é tempo de dar mais amor, conversar, abraçar, doar, enfim de transformar em prática o discurso de paz e fraternidade, de amor e equidade, que mora dentro de nós, pois caso contrário nosso natal será apenas comercial, mera futilidade.

Natal é a prática diária do bem, o exercício da doação, o envolvimento dos pensamentos e corações em cada gesto, cada atitude.

Independente do que se passa lá fora, as pessoas ainda são movidas pelo amor, pela emoção, pela esperança, pela fé, pela certeza de que Cristo veio ao mundo para que o ser humano seja feliz, respeitado e amado.

Foto: Divulgação

Natal é pura magia com canções de paz, hinos de louvor, doces mensagens, ruas cheias de luz, cores, presentes, confraternizações criando um clima de amor e união. É tempo de viver valores inerentes a todo ser humano. É importante que se aproveite os encantos da data para construir nas crianças as lições de solidariedade: dividir, emprestar, ser generosa, compartilhar, criar o hábito de doar, para que aprendam desde a tenra idade que a doação e preocupação com o próximo é compromisso de todo cristão. Natal é a prática diária do bem, o exercício da doação, o envolvimento dos pensamentos e corações em cada gesto, cada atitude.

Foto: Divulgação

Façamos, pois que a comemoração não seja apenas no dia do Natal, mas seja o início de uma nova postura frente às necessidades diárias do mundo, redescobrindo o amor ao próximo, indispensável para um mundo novo e melhor.

Um natal abençoado e cheio de luz a todos!

Notícias Relacionadas

Feirão Roluza sorteia 11 vale compras em comemoração ao aniversário da loja

A loja está repleta de novidades para atender o movimento de fim do ano, com reposição semanal. Quem comprar na Roluza concorrerá a um carro 0 km.

Confira 7 sugestões de presentes tecnológicos e acessórios de celulares para o Natal

VEJA VÍDEO - Os produtos são bastante procurados pelos clientes e estão disponíveis na LC Celulares de Cocal do Sul e Urussanga.

“Qual Vai Ser?” mobiliza jovens para a reflexão sobre escolhas

Campanha Natal Jovem Solidário de Orleans distribui mais de 500 brinquedos e meia tonelada de alimentos

Ação promovida pelo Setor de Juventude da Paróquia Santa Otília finalizou no domingo (23) com a entrega das doações pelos voluntários.