Geral

Gasolina baixa 25 centavos em duas semanas

Levantamento do Procon aponta queda do litro de R$ 4,34 para R$ 4,09.

Divulgação

Está em queda o preço da gasolina em Criciúma. O Procon apurou que, em 30 de maio, o litro do combustível mais barato na cidade custava R$ 4,34. Na pesquisa de 4 de junho, chegou a R$ 4,29. No levantamento divulgado nesta quarta-feira, 12, o valor já baixou para R$ 4,09.

O detalhe é que todos esses preços foram confirmados em um posto localizado na BR-101, na Quarta Linha. Em levantamento do dia 22 de maio, a reportagem do 4oito apurou essa diferença sobre os preços aplicados na rodovia e nas cidades. “É por não entrar na cidade, daí o frete fica mais em conta”, disse na ocasião o coordenador do Procon Criciúma, Gustavo Colle. A projeção é que o preço siga em queda. “A tendência é que, até o fim de semana, a gasolina baixe mais um pouco em Criciúma”, destaca.

Divulgação

O ouvinte, Jean Cleyton, da Rádio Som Maior referiu, no fim da manhã, ter encontrado na BR-101 o litro da gasolina a R$ 3,95. “Foi em Laguna. E só em Criciúma que não baixa”, reclama. “Realmente, constatamos gasolina a R$ 3,95 em Blumenau, R$ 3,99 em Imbituba, R$ 4,09 em Maracajá”, refere Colle. “É livre concorrência, mas não podem haver abusos”, emenda.

Para buscar explicações, o Procon encaminhou hoje um ofício à Agência Nacional do Petróleo (ANP). “Enviamos um ofício para perguntar ao órgão fiscalizador das distribuidoras a razão. Em uma semana eles nos dão a resposta”, pontua. Uma das contestações do Procon diz respeito ao repasse das distribuidoras para os revendedores. “No primeiro ranking em novembro a gasolina estava em R$ 4,40 e depois caiu para R$ 3,40 em março. As empresas haviam dado subsídios para ter a livre concorrência. No fim de março os preços voltaram a subir drasticamente, comparando com Rio de Janeiro e Bahia”, aponta.

Divulgação

Mais da variação

Comparando as três últimas edições do ranking do Procon, apura-se ainda a variação do valor máximo da gasolina comum entre R$ 4,54 (30 de maio), R$ 4,47 (4 de junho) e R$ 4,39 (12 de junho). Ou seja, o litro mais caro teve diminuição de R$ 0,15.

Na gasolina aditivada, o valor mais baixo oscilou de R$ 4,39 (30 de maio), para R$ 4,31 (4 de junho) chegando a R$ 4,16 (12 de junho), um declínio de R$ 0,23 no período. As máximas oscilaram de R$ 4,69 para R$ 4,59 mantendo-se nesse patamar no último levantamento.

Os preços de diesel, etanol e GNV não tiveram oscilações no período das pesquisas.

Com informações do site 4oito

Notícias Relacionadas

Massa de ar frio avança e mínima pode ficar abaixo de 5°C durante a noite desta quarta-feira em SC

O dia começa com tempo instável, mas a chuva fica mais reservada durante a manhã e início da tarde.

Procon autua posto de combustíveis por preço abusivo em Criciúma

Operação irá fiscalizar 40 estabelecimentos do município, três já foram autuados.

Sábado amanhece com geada na Serra de SC e termômetros abaixo de 0°C

Árvores congelaram no Centro de São Joaquim e termômetros marcaram -4ºC.

Após ameaças, abastecimento de combustível é suspenso na região da AMESC