Saúde

Governador e secretário da Saúde reforçam necessidade de isolamento social após aumento de casos de Covid-19

Segundo o governador, não é momento de relaxar, pois o vírus segue circulando e com um aumento significativo de casos nas últimas semanas.

Divulgação/Secom

O governador Carlos Moisés e o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, participaram de uma videoconferência no fim da tarde desta segunda-feira, 13, para debater o cenário atual da pandemia de Covid-19 em Santa Catarina. Na reunião virtual, foi assinado um decreto com novas medidas para promover o isolamento social no Estado nas próximas duas semanas. Tanto Moisés quanto Motta destacaram que o recente aumento de casos reforça a necessidade do aumento do índice de isolamento social.

Segundo o governador, não é momento de relaxar, pois o vírus segue circulando e com um aumento significativo de casos nas últimas semanas. Ele lembrou que Santa Catarina possui índices favoráveis até aqui, na comparação com outros estados, porém a intervenção do governo estadual se faz necessária para evitar um colapso do sistema hospitalar.

“Com esse decreto, queremos achatar a curva nas regiões e enviar o recado de que as pessoas só devem sair de casa quando estritamente necessário. Nosso objetivo é que a curva de contágio comece a declinar para que vejamos um horizonte de normalidade. No momento, queremos evitar as filas nos hospitais e a falta de atendimento. O Governo do Estado segue trabalhando para diminuir ao máximo os efeitos da pandemia”, destacou o governador.

O secretário afirmou que a adesão da população ao isolamento social se faz necessária nesse momento. Motta Ribeiro também relatou ao governador a reunião que fez com parlamentares e o ministro da Saúde, na qual o Governo Federal se comprometeu a enviar ao Estado 240 monitores cardíacos para equipar novos leitos de UTI, juntamente com os respiradores comprados pelo Governo Estadual junto à WEG, além de fazer uma compra internacional de medicamentos necessários para a intubação de pacientes.

“Tivemos uma reunião bastante importante com o Ministério da Saúde e com os parlamentares, que resultou em anúncios importantes para Santa Catarina. Destacamos a necessidade da união de esforços para superar as adversidades. No que se refere à Secretaria da Saúde, o trabalho segue incansável, com a implantação da matriz de risco, o aumento de leitos e o suporte constante às prefeituras”, falou o secretário após a reunião.

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

Clínicas e laboratórios particulares de Braço do Norte terão que informar a Prefeitura sobre exames para Covid-19 realizados

O Decreto 026/2020, assinado pelo prefeito, Beto Kuerten Marcelino, na noite deste domingo (12), visa garantir a transparência sobre os dados da doença no Município.

Coronavírus em SC: Governador planeja retomada gradativa da atividade econômica e projeta 713 novos leitos de UTI

O objetivo é adequar as medidas de isolamento à necessidade dos catarinenses com segurança.

Em Laguna, governador autoriza emissário terrestre para a praia do Mar Grosso e libera recursos para hospital

A projeção da Casan é que o empreendimento fique pronto em janeiro de 2020. O emissário é uma rede de 2.718 metros de extensão e diâmetro de 315 milímetros, com tubos de polietileno.