Geral

Homem é condenado a 20 anos de prisão por estupro de vulnerável na comarca de Criciúma

Crime aconteceu em Siderópolis e a vítima, de 13 anos, abortou legalmente.

Prisão

Foto: Divulgação

O juízo da comarca de Criciúma condenou, nesta semana, um homem a 20 anos de prisão pelo crime de estupro de vulnerável – quando a vítima tem menos de 14 anos. A denúncia do crime aconteceu após a descoberta da gravidez da adolescente, que posteriormente abortou legalmente (Art. 128, inc. II, do Código Penal).

Segundo os autos, o crime, que aconteceu na cidade de Siderópolis, foi praticado por diversas vezes, entre 2017 e 2018, quando o réu, de 27 anos, era cuidador da adolescente de 13 anos. Ele confessou o crime alegando que mantinha relação amorosa com a jovem.

A pena de 20 anos teve como atenuante o acusado ser cuidador da vítima, além de outras três crianças, e do crime ter resultado em gravidez. Foi negado ao acusado o direito de recorrer em liberdade e mantida a prisão preventiva decretada no decorrer da instrução processual.​

Colaboração: Comunicação Poder Judiciário de Santa Catarina

Notícias Relacionadas

Homem é assassinado e duas mulheres feitas de refém em Gravatal

Ocorrência foi registrada por volta das 11h20 pela Polícia Militar. Dois suspeitos foram presos.

Tribunal de Justiça nega liberdade para homem acusado de usar até boneca vodu para aterrorizar sua ex

O homem desrespeitou as medidas protetivas concedidas anteriormente em favor da ex-companheira

DIC de Criciúma apreende 1,5 kg de maconha e munição de calibre restrito

Autor de roubo e extorsão contra duas mulheres é condenado a 10 anos de reclusão em Criciúma

O crime ocorreu em agosto de 2019, quando as vítimas foram rendidas pelo autor.